O melhor e o pior do fim de semana.

Publicado: 01/08/2010 por Claudemir Freire em Artigos
Tags:, , ,

Post que vai ser frequente após as corridas, que estrearia na corrida da Alemanha, mas ali não tinha como escrever nada, já que a equipe de Maranello foi a melhor e a pior do fim de semana.

O melhor.

Rubens Barrichello foi o melhor, com a melhor ultrapassagem dessa temporada até então, foi soberbo, foi corajoso e merece aplausos pelo belo momento que nos proporcionou.

O pior.

Michael Schumacher foi o pior, chegou a ser imoral a manobra que ele fez, a punição recebida foi mais que merecida e como foi de praxe nessa temporada, ele tomou mais um passão de alguém, só que dessa vez entra para a história como entrou o Senna em 86, só que esse último não foi desleal e nem pos em risco a integridade física de Nelson Piquet.

E para vocês, quais são os melhores e piores ?

Anúncios
comentários
  1. zezinho disse:

    No futuro ninguém lembrará quem estava com pneus novos ou velhos (em 86, que tipo de pneu usavam Senna e Piquet?!).

    Portanto, vou na mesma linha do Claudemir.

    Abs.

    • Rodrigo Kezen Leite disse:

      Concordo com o Claudemir e o Zezinho!!

      Mas acho que vale uma menção honrosa a do Hamilton sobre o Kubica.

  2. Mari Espada disse:

    O Schummy vai perder 10 posições no grid da próxima corrida, certo?
    Achei uma punição justa, afinal ele cometeu tentativa de homicídio!

    Concordo com você, Claudemir… Essa ultrapassagem foi o melhor momento da corrida!
    Então o melhor é o Barrica, e o pior o Schummy.
    Se bem que o Webber foi ninja ao abrir tempo suficiente para fazer o pit e se manter na frente!

    Porém, pensando no lado da equipe (e não do piloto), a melhor foi a Red Bull que está voando baixo, e o pior (por me decepcionar com a quebra do carro do Lewis) foi a McLaren! E digo isso com o coração apertado! =(
    Se bem que a Renault foi péssima também por causa do “homem pirulito” e a Mercedes também por causa do pneu “bola de basquete” do Nico!

  3. tomasf1 disse:

    Claudemir, desculpe contrariar, mas acho que não se pode dizer que Rubens foi o melhor só pela Ultrapassagem em cima de Schumacher (e para mim esta não foi a melhor da temporada).
    Sabemos que foi fantástica e tudo, também pelo conteúdo histórico disto, mas lembremos que os pneus de Schummy estavam detonados e Rubens acabava de fazer a troca. Era como um dever para Barria passá-lo. Acredito que em condições normais isso não aconteceria. Foi como em Valência, entre Alonso e Kobayashi, mais ou menos.

    Na minha opinião,o melhor foi Webber, que se arriscou por conta própria, voou incrivelmente na pista a ponto de tirar a diferença e venceu impecavelmente. De quebra, lidera o campeonato.

    Já o pior,aí sim, meu voto vai para Schumacher.

    Um abraço!

    • Discordar é normal Tomás.

      Mas não coloquei o Webber como melhor porque ele tem o melhor carro e fazer o que ele fez é obrigação, obrigação também do Vettel passar o Alonso com aquele foguete na mão.

      Por mais que o Barrichello tivesse para sí um melhor conjunto para passar o Schumacher, fazer o que ele fez é para poucos nesse grid, talvez só Hamilton tivesse bolas para isso. Veja que o Vettel com um carro muito melhor que o Alonso não passou e nem se quer tentou passar.

      Agora eu fiquei curioso, qual foi a melhor ultrapassagem desse ano na sua opinião ?

      • Anselmo Coyote disse:

        Claudemir e Tomás,

        Entrando no assunto sem ser chamado, a melhor ultrapassagem foi a do Kobayote dando bicuda no capacete do Nada Sei e do Schumacher dando outra bicuda no mesmo dito cujo, em Mônaco.

        Agora só falta dizer que passar uma carroça com pneus limados e um ex-aposentado ao volante, numa reta, na Hungria, com um carro melhor e com pneus novos, é mais fácil que passar um bi-campeão de 28 anos, num carro bom, em Mônaco.

        Aí eu pego meu boné e vou pra casa, com todo o respeito.

        Abs.

      • tomasf1 disse:

        Claudemir, na minha opinião, talvez não me lembrando de outra neste ano, é a de Hamilton sobre Button na Turquia, limpa, lado a lado, valendo a vitórias, nas últimas voltas, carros iguais e sem batidas idiotas:

      • Alex-Ctba disse:

        Coyote Sanguinário

        Alonso nem quis brigar pq sabia q a manobra era ilegal. O Príncipe das Astúcias, além de bom piloto é muito inteligente e já tinha sido orientado pelos boxes q ninguém poderia ultrapassar após o SC recolher.

        A do Kobayote, concordo, foi uma bela ultrapassagem.

      • tomasf1 disse:

        Tem outra Claudemir. A disputa entre Barrichello e Schumi valia o décimo lugar, eles não tem que mostrar nada a ninguém, enquanto a de Vettel e Alonso o 2º. Claramente Seba pensou nos pontos e no campeonato,mas foi covarde.

      • Teo disse:

        Se fosse em posições invertidas ali, com certeza o Alonso iria pra cima com gosto de gás do Seb, o Hamilton não preciso nem dizer e qualquer dos ponteiros tb, o carro era muito superior, talvez igual ao do Barrichelo em relação ao Shummacher, na boa, o Seb gelou pro Alonso!:D

    • Alex-Ctba disse:

      Era como um dever para Barria passá-lo. Acredito que em condições normais isso não aconteceria. Foi como em Valência, entre Alonso e Kobayashi, mais ou menos.

      Os pilotos são quase unânimes em dizer q depois de Mônaco, Hungaroring é o circuito mais difícil de se realizar uma ultrapassagem. O único q disse q dava pra ultrapassar lá, foi o Hamilton. Falou e cumpriu, riscando o casco do Petrov. Na minha opinião a ultrapassagem do Barrichello, foi mais complicada, pq o único ponto era na reta, e era Cosworth contra Mercedes e o Schumi ainda tem o F-Duct. Seu carro era bem mais rápido por causa do pneus, mas o grau de dificuldade foi absurdo, tanto q o Barrichello com quase 300 GPs nas costas e várias ultrapassagens na carreira, classificou a de hj como a mais difícil q ele fez.

      Não é corporativismo não Tomás, eu ficar defendendo o Claudemir, é pq pra mim ( e para muitos) não teve nada mais bonito do q isso no fds e eu sempre vou louvar uma ultrapassagem, à um ritmo de corrida, na determinação de um ganho de posição.

      Mas respeito sua opinião e isso prova q vc é um garoto de personalidade.

      Abs

      • tomasf1 disse:

        Eu sei Alex, para mim a ultrapassagem de Barrica foi algo fantástico, pelas condições, conteúdo histórico e sem contar que não gosto do Schumacher. Valeu o fds mesmo.

        Já a de Lewis sobre Petrov não dá nem para contar né… rs.

    • tomasf1 disse:

      Ah!!!
      Lembrei de uma belíssima do Kubica em cima do Button em Valência, sensacional! assistam:
      http://theformula1.wordpress.com/2010/07/01/esse-e-kubica/

  4. Anselmo Coyote disse:

    O que foi pior, mas dentro do esperado, para mim foi o Vettel com aquele foguete atrás do Nada Sei, sem coragem de partir pra cima. Um fiasco. Mas, em ordem de importância, o pior mesmo foi a quebra do Hamilton.

    Os melhores para mim foram:

    1.O Webber botando tempo para voltar na frente depois do pit, e

    2. O Schumacher, naquela carroça de pneus lixados, se defendendo do ataque cardíaco do burriquelo com o carro melhor e pneus novos. Dá-lhe Schumacher. Com uma espingarda de chumbinho quase matou de colapso cardíaco o burrinho que tinha uma escopeta.

    Abs.

    • Lucas Túlio disse:

      “o Vettel com aquele foguete atrás do Nada Sei, sem coragem de partir pra cima.”

      O Vettel é um cagão, piloto de F-1 não pode ser cagão desse jeito, lamentavel!

      Que ele faça um curso de pilotagem com Lewis Hamilton!

  5. Meu voto vai sim para o Barrichello por ter tido a coragem de fazer o que fez, ao contrário do babão do Vettel, que tinha o carro mais rápido do grid mas não teve coragem e competência de passar o Alonso.
    Quanto à manobra do Schumacher, achei a punição de 10 posições em SPA justa, mas o pior do ano acho que foi a batida do Vettel em Weber (não me lembro agora o GP).
    Rubinho mais uma vez deve estar no motor-home rindo à toa.

  6. Alex-Ctba disse:

    Se o conteúdo do post é destacar o melhor do fds, sem dúvida então é o Barrichello. Foi a melhor coisa da corrida. Foi o q fez o coração bater mais forte. Fez o q todo mundo gosta e espera da F1. Ir pra cima, não importa as condições, se é pra brigar por 1 ponto ou pela vitória. Fez o q se espera de pilotos de verdade. Tentou diversas vezes, mesmo o Schumacher dificultando ao máximo a manobra de aproximação dele. Não teve medo de ir por dentro e nem tirou o pé qdo foi espremido contra o muro a quase 300 km/h e fez a ultrapassagem mais bonita do ano até agora na minha opinião.

    Destacar o trabalho do Webber abrindo vantagem com uma Red Bull de outro planeta e de cara para o vento é até bonito, Ohh! q corridaça do Webber q tem agora quatro vitórias, e desbanca a prata da casa mimada. Mas ele não fez mais do q a obrigação, com todo o apoio dos boxes e dos seus engenheiros q monitoravam sua estratégia e pediram apenas pra ele acelerar, coisa q todo piloto tem obrigação de fazer. O Yamamoto faria o mesmo com aquele carro. Se é pra exagerar então estou na área :D

    O Pior, foi o crew da Mercedes q não apertou a porca da roda traseira do Rosberg e poderia provocar um acidente sério, além do pirulito man da Renault q acabou com a corrida do Kubica e do Sutil.

    Citar o Schumacher como o pior, é chover no molhado, mas entendo q o Claudemir o faça, pois tem q se destacar isso mesmo, pq o q ele fez com um colega de profissão, foi de uma irresponsabilidade sem tamanho. Esses pilotos tem tanta certeza q um carro de F1 pode se estraçalhar numa batida q não vai acontecer nada, q alguns passam a achar normal esse tipo de manobra, até a hora q der merda.

    • zezinho disse:

      Foram tantos os fatos na corrida que fica difícil definir o que foi de melhor e pior.

    • Mari Espada disse:

      É… Webber não fez mais que a obrigação…
      Mas, seguindo a mesma linha de pensamento, entendo que ir pra cima e tentar ultrapassar também seja a obrigação de um piloto.
      Sendo assim, Rubinho não fez mais que a obrigação também! A única diferença é que a ultrapassagem nos faz vibrar de emoção, e por isso damos mais importância a essa manobra.

  7. Alex-Ctba disse:

    Olympiacos x Roma

  8. Anselmo Coyote disse:

    Putz… como eu me esqueci disso?
    Na primeira volta o Kobayote passou 7 carros. Isso mesmo, 7 carros, em Hungaroring, na Hungria. Caraca… 7 ultrapassagens em uma volta. O Senna passou 4 em Donington Park com o melhor carro do grid (e eu achei o máximo – e foi mesmo; matou a pau). Mas o Kobayote passou 7, meus amigos, 7 (7 – 4 = 3). Se a pista tem 4,9km quer dizer que a cada 700 metros ele passou um. Onde esse japinha-voador arranjou tanto ponto de ultrapassagem nesse circuto que ninguém passa. E passou com uma carroça.

    E tem mais. Ele largou em penúltimo e chegou em oitavo!

    E o melhor foi o Rubinho porque fez uma ultrapassagem. Ai meu Deus!

    Ah se esse japinha fosse brasileiro… Jesus! A esta altura ele seria melhor que o Senna, o Piquet e o Fittipaldi juntos… rsrsrs!

    Abs.

    • Alex-Ctba disse:

      Vc chama, Virgin, Hispania e Lotus de carros? HAHAHAHAHAHA

    • tomasf1 disse:

      O Coyote bebeu a vodka do Kimi é?
      rsrs, eu faço as palavras do Alex minhas:
      Vc chama, Virgin, Hispania e Lotus de carros? HAHAHAHAHAHA

      Mas o Koba é o Koba né, eu até simpatizo por ele (só não torço porque ele passou o Alonso em Valênia.. hahahaha).

      Ah, ele chegou em 9º Anselmo. Oitavo foi o Buttonieri.

      • celso gomes disse:

        Ei vocês dois aí em cima. O Nada Sei quando passou esses mesmos “carros” em Mônaco foi considerado fantastico. O Kobayote-san quando faz o mesmo vira obrigação? Olha lá, hein, esse coração de vocês tá vermelho demais!! Um cenário: imagine se hoje de manhã fosse o japinha pilotando aquele carro # 5 atrás do Nada Sei. Qual colocação ele teria chegado? ;-)

        A foto completa do meu avatar é essa:

        Tomás, assuma de vez o vermelho do seu coração. Tira esse preto do seu avatar!

        abçs aos dois

      • tomasf1 disse:

        “Tomás, assuma de vez o vermelho do seu coração. Tira esse preto do seu avatar!”

        ahahaha… Calma Celso. Estou de luto pelo acontecido em Hockenheim. Quando a Ferrari ganhar limpamente de novo, boto vermelho no meu avatar.

      • Allan Wiese disse:

        Gostei Celso!

      • celso gomes disse:

        Ei Allan meu amigo.

        Não se apoquente por que a sua Vodafone não foi bem hoje. O Miltinho até que estava indo bem na foto! O Botão é que precisa, mais do que nunca, voltar a dar uma de “macho”, como ele fez no GP do Brasil do ano passado, e disputar cabeça a cabeça com os demais, senão ele sobra.

        abç

      • Allan Wiese disse:

        Sim Celso, Button está precisando urgentemente ir bem novamente. Hamilton sairia líder se não fosse a quebra.
        Ainda dá tempo, mas precisamos nos apressar por que a vantagem que tinhamos tirado deles voltou a aumentar…

    • Em Donington Senna passou 4 e o Barrichello largou em 18º e no fim da primeira volta estava em 12º e chegou a figurar em 4º se não me engano, até a bomba o carro quebrar.

    • wilson disse:

      eh vero. gostei. isso aí, apoiado.

    • Lucas Túlio disse:

      “Vc chama, Virgin, Hispania e Lotus de carros? HAHAHAHAHAHA”

    • Guilherme disse:

      O pior não é nem chamar Virgin, Hispania e Lotus de carros, o pior é dizer que o Senna tinha o melhor carro do grid…

    • Anselmo Coyote disse:

      Meus garotos,

      Primeiramente, corrijo. O Kobayote chegou em 9o (a secretária digitou errado…rsrs).

      Em segundo lugar, Virgin, Hispania etc realmente não são carros, mas e aquilo que o Kobayote guia é o quê? Red Bull, Mc Laren, Cosa Nostra, Renault? Williams? Toro Rosso? Force India? Tenham dó né. Ora essa.

      Como o Celso falou, o Nada Sei passou esses anti-carros e todo mundo babou que foi uma beleza. Quando o japinha passa foi obrigação. Eu entendo essa “isenção” de vocês.

      Isenção que compara um dos 3 melhores pilotos do grid, bi-campeão, com 10 anos de F1, pilotando uma cosa rossa, com um estreante de zóio apertadinho numa carrocinha desequilibrada? Parabéns para vocês. Muito justos.

      Querem saber? Esse japinha estreante com essa carrocinha deu um passão e de quebra uma bicuda bicuda no capacete do Nada Sei, seus 10 anos de F1, seu bicampeonato e sua cosa rossa.

      Para que não me confundam, não esqueçam – sou Piquetista e como tal sei valorizar as coisas. Aquela volta do Senna em Donington Park foi a mais sensacional que eu já vi em anos assistindo corridas de F1 e apesar do carro aquilo foi braço puro. Carro bom, o melhor diga-se, o Vettel tinha hoje e no entanto… que fiasco!

      Mas, admitam: o japinha arrebentou a boca do balão!

      O Kobayote é o “cara”!

      Ô Guilherme… aquela Mc Laren do Senna, em 1993, esqueça… vc prefere falar das Williams de outro planeta, como a Red Bull de hoje? Melhor deixar pra lá.

      Abs.

      • Guilherme disse:

        Mas não dá pra negar em Donington o calibre dos pilotos ultrapassados também, né?
        Não sou anti-japa não..
        Até quero ver ele em um carro bom daqui uns anos..
        Só acho que não tem nem como começar a comparar..

        abraço!

      • Alex-Ctba disse:

        Em segundo lugar, Virgin, Hispania etc realmente não são carros, mas e aquilo que o Kobayote guia é o quê?

        É uma Sauber-Ferrari, q o Pedro De La Rosa classificou em 9º a frente de uma McLaren, uma Mercedes, duas Williams e duas Force India, ou seja a frente de cinco carros com motor Mercedes, enquanto seu companheiro ficou no Q1 e largou em 18º.

        De La Rosa q terminou em 7º enquanto o Kobayote terminou em 9º. DLR é melhor do q o Kobayashi? Não mesmo!

        Ninguém tb comparou o japonês com o Bi-campeão Alonso. Só não deixamos vc distorcer os fatos e dizer q ele ultrapassou 7 carros na Hungria, qdo na verdade, ultrapassar esses carros dessas três nanicas, é obrigação realmente para a Sauber ou qualquer outra equipe.

        Kobayote é um bom piloto? Sem dúvida e tem potencial pra ser top, mas vamos com calma né, até pra não criar uma pressão desnecessária em cima do talentoso piloto oriental.

      • Anselmo Coyote disse:

        Uai, Alex… nao falei do De la Rosa. Ele se saiu mto bem. Qual o problema?
        Mas o Kobayote passou sete carros sim igual o Nada Sei passou em Monaco e todos babaram nele por isso. Queira vc ou nao, foi isso.

        Igual o dia que todo mundo passou o Schumacher… o Hamilton passou umas 4 vezes. Todo mundo tirou onda com isso. Ninguem falou que passou uma Mercedes bichada. So falaram PASSEI O SCHUMACHER HEPTA CAMPE’AO.

        Hoje todos estavam babando no Barrichello porque ele passou o Schumacher num carro morto (o carro, porque o alem’ao estava vivissimo e deixou o RB com o oco na mao).

        E repito… o Koba nao estava de Ferrari nem Red Bull nem Mc Laren e essa comparac’ao sua ai nao tem nada a ver mesmo. Ficar na frente de mercedes e mc laren foi meramente circunstancial… assim como o Hamilton sair por quebra hoje.

        O Koba eh O CARA e se n’ao aguentar pressao deixa de ser e vai ficar andando pianinho com um foguete atras do Alonso igual o Vettel ficou hoje. Vai virar b.nd’ao e eu nao vou torcer pra ele mais.

        Simples assim.

        Abs.

      • Anselmo Coyote disse:

        Guilherme,

        Nao estou comparando ainda.
        So estou destacando um enorme feito que ninguem comentou. Estou dizendo que se ele fosse brasileiro, se fosse o Bruno por exemplo que tivesse feito isso, ele teria sido elevado a enesima potencia. E seria justo, porque realmente foi um feito e tanto.

        Entao, de certa forma, eu estou questionando – por que nao reconhecer o feito do Koba? So porque ele nao eh brasileiro? Ele fez muitissimo mais que o Barrichello. Inclusive passou o Schumacher tambem. E dai? Ninguem falou nada.

        Eh isso.

        Abs.

  9. Alex-Ctba disse:

    Senna espremendo o Prost no muro

    • Anselmo Coyote disse:

      É isso aí, Alex.

      O Senna fez a mesma coisa. Só que tinha um piloto de culhões do outro lado. Vc vê claramente que o Prost vai para o muro e volta disposto a embolar se o Senna não recolhesse. E o Senna que não é nenhum besta recolheu, senão eles embolariam. O Burrinho foi encolhendo, encolhendo e viu a avó por uma greta. Faltou culhões para não ir ao muro e segurar o alemão como o Prost fez com o Senna. Azar o dele. Daqui a umas 5 reencarnações talvez ele aprenda.

      Podem dizer o que quiser, mas F1 não é passeio no jardim. Se quiser ganhar e ser campeãotem que ter culhões e isso quem tem é o Hamilton, o Schumacher, o Nada Sei, o Webber e o Kobayote. O resto é resto mesmo.

      Abs.

  10. Fernando Kesnault disse:

    O melhor foi o Webber, ficou na pista com a entrada do SC, fez diferença na pista abrindo tempo sem cometer erros e …Venceu e ainda ficou na liderança do campeonato. Quer mais???

  11. celso gomes disse:

    O melhor para mim foi o Canguru porque ganhou a corrida com inteligência (isso não era muito do feitio dele) e garra.

    O pior, o resto que não ganhou nada… ;-)

    abçs

    • Anselmo Coyote disse:

      Corretíssimo, Celso.

      Teve carro, cabeça, sangue-frio e sentou a bota. Parabéns a ele. Aliás, desde aquele dia que ele segurou a onda e deixou o Vettel se esborrachar (como o Massa devia ter feito com o Nada Sei) eu passei a respeitá-lo muito mais.

      Abs.

  12. tomasf1 disse:

    Amigos, acabei de postar lá no meu blog uma análise sobre Vettel e mais com o seguinte título: A covardia de Vettel.

    http://theformula1.wordpress.com/2010/08/01/a-covardia-de-vettel/

    Passem por lá e deixem sua opinião :)

  13. Nick Mason disse:

    O pior mesmo foi o Bernie Eclestone dizer que o GP Brasil é o pior do calendário. Não é o que os números dizem, pelo menos. O GP Brasil é um dos mais lucrativos e um dos que mais dão audiência na tv… O velho Bernie depois de velho está ficando cada vez mais sedento por dinheiro, mas nessa altura da vida? Pra quê?!

    • Fernando Kesnault disse:

      Pense…pense, por quê o Bernie falou isso??? Ele é inteligente prá ganhar dinheiro e já tá farejando “din-din” com a vinda da Copa do Mundo e das Ollimpíadas pro Brasil e ele quer uma pista nova no Rio de Janeiro para ganhar mais em audiencia global com os eventos…

    • Allan Wiese disse:

      Tudo menos tirar uma das pistas mais emocionantes do calendário.

  14. tomasf1 disse:

    Colo aqui os fatos, fatias, fatorações e fatirúndias da corrida que escrevi. Acho que nunca escrevi tanto sobre uma corrida. Quem ler tudo, seja louvado.

    E Webber deu o troco em todos. Depois de não querer entrar nos boxes atrás de Vettel, Mark parecia metido em um prejuízo enorme. Mas, com a ajuda dos pneus macios e o super-carro RB6, o Aussie foi capaz de tirar uma vantagem de 23s para Alonso e ainda voltar na liderança da prova, para não deixá-la mais até a bandeira quadriculada.

    Corrida que apesar de ser em Hungaroring e com sol, foi bastante movimentada, com disputas no pelotão intermediário, a batalha pelo 2º lugar entre Alonso e Vettel (que sofreu Drive-Trought), com a melhor para o espanhol. Hamilton, até então líder do campeonato, abandonou sozinho. Button chegou em 8º, com um fim de semana para esquecer da McLaren.

    Massa foi o 4º, somando 12 pontos importantes para sua situação na tabela, o jogando para 6ª posição no campeonato.

    Webber, perfeito na medida.

    Eu diria que Mark Webber fez tudo certo neste domingo. Tomou uma decisão arriscada sozinho, a de não ficar esperando atrás de Vettel pela troca dos pneus, e, sabendo as consequências que isso poderia trazer, fez o que devia: acelerar, acelerar e acelerar,a ponto de tirar uma vantagem suficiente para Alonso, assim voltando ainda em 1º. E fi exatamente isso que ele fez, conquistando uma vitória belíssima, obviamente com ajuda dos pneus macios e o RB6, mas linda do mesmo jeito.

    Agora, Webber já soma 4 vitórias na temporada, e é líder do campeonato novamente. Pelo que se viu hoje, a Red Bull leva esse título na certa. Mas, como agora entramos em um hiato de 28 dias, sendo que a metade será utilizada para criar atualizações, o panorama pode ser diferente na volta, em Spa-Francorchamps, onde a Ferrari venceu sua única corrida ano passado, com Kimi.

    Fantastic Fernando, Masterful Massa

    Com essas palavras a Ferrari mostra no twitter o saldo positivo com seus pilotos neste final de semana húngaro. O 2º lugar de Alonso com um carro totalmente inferior entre os Red Bull mostra que, além de sorte, a Ferrari consegue controlar a situação e já deixa Alonso muito mais perto do líder do que em Hockenheim. Até o resultado desta corrida, a diferença era de 34 pontos para Hamilton. Hoje a diferença é de 20 para Webber, o novo líder. Realmente, Alonso está na briga pelo título,pelo menos por enquanto. Só que muito trabalho terá que ser feito para deixar o F10b mais rápido, pois hoje vimos que a diferença é absurda.

    Massa fez o justo e necessário, saindo e chegando 4º, somando 12 pontinhos e pulando da 8ªpara 6ª posição na tabela, 44 pontos atrás de Alonso, o 5º. Uma melhora notável.

    Alonso vs Vettel

    Uma das disputas de posição mais importantes da corrida (que primeiro parecia ser pela vitória, mais tarde foi confirmado que era pelo 2º lugar) envolveu Alonso e Vettel. O alemão, que tinha um carro muito rápido, iria ser o futuro líder, mas foi punido por não ter cumprido a regra dos 10 carros para o SC, que confesso, não entendi.

    Depois disso, Vettel voltou uns 4 segundos atrás de Alonso, mas com um carro 1s superior, o alcançou em poucas voltas. A questão foi que em nenhum momento, em todas as voltas do confronto, Vettel se arriscou para ganhar a posição. Talvez, pensando no campeonato, talvez, pela dificuldade de se ultrapassar em Hungaroring e achar um vácuo, não sabemos. O fato é que Vettel foi apenas o 3º e está 10 pontos atrás de Webber na tabela. Alonso, por sua vez, se deu muito bem.

    A pior corrida da McLaren na temporada

    Sem dúvidas, o GP da Hungria (ao contrário do ano passado, quando Lewis venceu) é a corrida para a McLaren esquecer na temporada. Notavelmente com um carro bem inferior ao de algumas corridas atrás, a dificuldade já aparecia na classificação, quando Lewis foi apenas o 5º e Jenson nem ao Q3 foi.

    A prova teve um pouco de azar, é verdade, já que Hamilton imprimia um bom ritmo e somaria uns pontinhos que o manteriam na liderança. Mas o câmbio o traiu e Lewis abandonou. Para Button, o saldo foi positivo, só pelo fato de ter somado 4 pontos. Mas claramente não era o que o time de Woking pretendia para hoje. Com isso, Hamilton perdeu a liderança e Button caiu de 2º para 4º na tabela, com Alonso pertíssimo, 6 pontos atrás. Somando-se a isso, a equipe perdeu também a ponta na tabela de construtores, e já está a 8 pontos da Red Bull. O que se espera, agora, é voltar ao ritmo ideial em Spa.

    Atrapalhadas nos boxes

    [ATUALIZAÇÃO: Renault e Mercedes foram punidas com uma multa de 50 mil dólares pelo acontecido nos boxes]

    Uma das cenas mais tragi-cômicas da corrida foi na hora da parada nos boxes, desesperada, das equipes e pilotos por causa do Safety Car. No meio da bagunça, Kubica fez seu pit-stop e quando saiu encheu com tudo (ou vice-versa) Adrian Sutil, que vinha fazer sua troca. A culpa, na teoria, é da Renault, que não esperou Adrian passar, provocando assim, a batida (vídeo acima).

    Mas não foi só isso. Pouco antes, Rosberg acabava de trocar seus compostos e logo quando saia o seu pneu traseiro simplesmente se soltou, e com uma velocidade tremenda, sendo que este pulou cerca de 5 metros várias vezes, mas por sorte sem machucar nenhum mecânico. É extremamente lamentável que amadorismos assim ocorram na F1 hoje em dia…

    Barrichello vs Schumacher

    [ATUALIZAÇÃO: Schuamcher foi punido pela manobra perigosa em uma perda de 10 posições no grid da próxima corrida, na Bélgica]

    Um dos pontos altos da prova foi sem dúvida a disputa entre Schumi e Rubens pelo 10º lugar, que vale 1 ponto, nas últimas voltas da corrida. Barrica, que havia acabado de fazer sua troca de pneus e vinha com macios novinhos, encontrou um Schumacher com seus duros desgastados, o que lhe dava uma certa desvantagem para o brasileiro.

    A disputa durou algumas voltas, sendo que como Hungaroring é uma pista travada demais, deixava o espaço para se passar muito pequeno. A única oportunidade que se via era na final da reta dos boxes, onde se podia pegar o vácuo. E foi lá que Rubens executou a manobra, depois de levar um furioso chega para lá do Schumacher e quase, por centímetros, se estampar contra o muro. Agora, eu pergunto na enquente abaixo:

    A atitude de Schumacher na ultrapassagem de Barrichello deve ser passível de punição?
    Sim
    Não

    Petrov e Hulkenberg, os melhores novatos do ano!

    Realmente, Petrov e Hulkenberg tiveram um final de semana perfeito diante das suas possibilidades. No sábado, ambos classificaram a frente de seus experientes companheiros de equipe,passando ao Q3 (Petrov foi o sétimo e Hulk o décimo).

    Na corrida, ambos imprimiram um bom ritmo, e foram os melhores depois das Ferrari e Red Bull. O russo terminou em um belo 5º lugar e Nico em 6º. Atualmente, Petrov tem 17 pontos no campeonato e Hulkenberg 10.

    Sauber pontua com os dois carros e De La Rosa finalmente sai do zero

    Agora De La Rosa pode ir para as férias sem o peso de não ter nenhum ponto na temporada. Depois de passar agonizantes 11 corridas com nada no marcador, hoje a Sauber (comprovando a melhora ou melhor adaptação do C29 em Hungaroring) levou o espanhol aos seus primeiros pontos. São 6 tantos muito importantes e que colocam um incentivo a mais para as próximas etapas.

    Já Kobatashi avançou inacreditáveis 14 posições (depois de ter um Qualifing terrível, ser punido e partir do 23º lugar) para chegar ao 9º posto, e 2 pontinhos. Foi a melhor corrida da Sauber na temporada junto com Inglaterra, mas certamente esta na Hungria tem um gostinho especial por ter os dois carros na zona de pontuação pela primeira vez.

  15. Rodrigo Kezen Leite disse:

    Essa foto da ultrapassagem do Rubens talvez possa ir ficar como foto do Blog. O que acham???

  16. Allan Wiese disse:

    O melhor? Rubens. Não tirou o pé com a prensa tomada do Schumi.

    O pior? Vettel. Não estava nem mesmo colado no carro de Alonso e não conseguiu se segurar em meio à turbulência. Rubinho entrou muito mais grudado no Schumi e não balançou atrás dele.
    Pior que o Vettel só o trio querer dizer que se ele passasse poderia ser colocado nos cinco dedos de uma mão dos maiores da história.
    Pelo menos o Reginaldo já está começando a enxergar que o seu Vettel não é lá essas coisas…

  17. Anselmo Coyote disse:

    Alex e amigos,

    Por fim e encerrando minha participação nessa celeuma Schumacher x Burrinho Rubiquelo posto dois links para que o eterno segundão não pense que F1 é piquenique.

    O primeiro é do Webber sobre o Massa (acho que não foi punido).
    O segundo é do Schumacher sobre o Schumacher, isso mesmo, sobre o Ralf Schumacher. Só para o Burrinho ver que ele não refrescou nem para o irmão, não tem razão alguma para refrescar para um c.gão.

    E tem ainda o do Senna x Prost que o Alex postou aí em cima.

    Acorda, Burrinho… F1 não é convescote no parque nem passeio no jardim.

    PS. Senna e Webber não foram punidos. Mas para aqueles comissários medíocres punir um heptacampeão deve ter um gostinho muito especial. Curtam então, porque o alemão está é dando risadas e mentalizando outra mais pesada um pouquinho para compensar essa punição idiota.

    Por fim, quem aposta que o Burrinho não está com oco na mão até agora e que nunca mais vai querer “fazer graçar” pra cima do alemão….kkkkkkk!!!!

    Abs.

    • Dorfão disse:

      “O segundo é do Schumacher sobre o Schumacher, isso mesmo, sobre o Ralf Schumacher. Só para o Burrinho ver que ele não refrescou nem para o irmão, não tem razão alguma para refrescar para um c.gão.”

      “porque o alemão está é dando risadas e mentalizando outra mais pesada um pouquinho para compensar essa punição idiota.”

      kkkkkkkkkkkkkkkkk……… ri alto!!!

      • Jackson disse:

        O alemão realmente é de outro mundo, depois daquela punição injusta em cima dele em Monaco depois do Alonso… agora vez com o BArrica… e deve ter pensado
        “Agora sim, podem me dar uma punição”…rsrs e realmente, deve estar pensando em outra… e não esqueçam o que o Schumi fez com seu “amigo irmãozinho” no Canadá…kkkk

  18. Alex-Ctba disse:

    Ok Coyote, vc venceu, batata frita

  19. Dorfão disse:

    O melhor:

    RB6, não gasta pneus e imbatível (não na mão do Vettel)
    Rubens Barrichello, foi corajoso, destemido e deu show.

    O Pior:
    Michael Shumacher, exagerou, foi uma defesa pra lá de suja e desnecessária.
    Mclata que tirou a liderança do Hamilton.

  20. Anselmo Coyote disse:

    Só um EXTRA!

    Coleguinhas,

    Bacana mesmo é que na foto percebe-se o Schumacher olhando para o lado do Burrinho, medindo o espaço que deixara pra ele. Deve ter pensado: tá de bom tamanho; aí passa um caminhão carregado de bambus atravessados… Kkkkkkk!!!!

    Impagável!!!

    Se o Schumacher tivesse deixado o Burrinho passar agora todos estariam chamando-o de b.nda-mole. Mas ele prefere ser heptacampeão e ser chamado de Dick Vigarista. Eu também!!!. kkkkk!!!

    Abs.

    • Jackson disse:

      Realmente Coyote, ai esta a diferença dos seus sete titulos, hoje ele esta abaixo do esperado ou do que ele foi um dia… mas o orgulho esta lá, intacto, mesmo tendo sido injusto fechando o Barrica… ele usou tudo o que foi possível para não deixar o brasileiro passar… ai esta a diferença… seus sete titulos foram ganhos assim, a todo custo… e se ele fosse frouxo, todos estariam aqui falando que faltou culhão pro Schumi… então, piloto de corrida é assim mesmo… usa tudo o que puder para ganhar ou ficar na frente…
      Lembro de uma frase do Schumi no final de 2009 na corrida organizada pelo próprio Massa em Floripa…
      SCHUMI DISSE: “RUBENS RECLAMA QUANDO GANHA E QUANDO PERDE”…. por causa de u ma fechada do alemão em cima dele… mas Rubens ganhou no final a corrida…

      • Anselmo Coyote disse:

        Pois é, Jackson.

        Cada um no seu quadrado. Se o Burrinho tivesse ficado no kart talvez não fosse o mico mundial que ele é.

        Ou seria.

        O Barão, pai do Emmerson Fittipaldi, naquele documentário A Era dos Campeões (tá tudo no youtube) , avô do Wilsinho, fala que desde criancinha o Rubinho era chorão. perdia corridas no kart sentava na grama e ficava chorando.

        Ele diz ainda no documentário que tinha que ir lá, chamar o chorão e trazê-lo de volta sempre dizendo: que bobagem, Rubinho, corrida é assim mesmo; amanhã vc ganha etc etc etc… mas que o pimpolho era inconsolável.

        Quem achar que não basta ir no youtube, baixar o documentário e assistir.

        Abs.

  21. Leoilson Roza disse:

    Gosto do estilo Schumacher – pragmático. Apenas isto!
    Parece que ele agora quer mostrar como, de fato, chegou a ser o melhor do mundo. Em sua história na F1 ele já dava vários sinais das suas “estratégias” vitoriosas… Equipe “própria”, manobras arriscadas, falta de respeito até com irmão, e por aí vai…
    Venceu enquanto estava na melhor equipe e, em alguns casos, correndo “sozinho”, isto é, na época em que a vermelhona era unânime.
    Pena ele ter voltado. Um vencedor apagado, soberbo e desleal.

    Viva o Rubens!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s