Uma carta de amor!

Publicado: 16/08/2010 por Sirlan Pedrosa em Artigos
Tags:, ,

https://i2.wp.com/www.rtrsports.com/marketing/wp-content/uploads/2010/08/Valentino_Rossi-Letter-Yamaha.jpgSim. Antes que você questione o texto e se pergunte se este blog é sobre automobilismo, já lhe respondo de imediato.

Mas como ficar indiferente à carta de Valentino Rossi ao anunciar sua saída da Yamaha?

Valentino está de malas prontas para a Ducati. Na Yamaha o virtual campeão deste ano Jorge Lorenzo agora vai reinar sozinho. Na Honda o australiano Casey Stoner vai disputar a primazia com o pequeno Daniel Pedrosa (apesar do sobrenome já deixo claro que acho o australiano melhor).

Eis que o multicampeão italiano redige uma carta de despedida para a equipe Yamaha e para a moto M1. Só isso já seria algo digno de registro, mas a carta divulgada foi “escrita de próprio punho” e deixa claro ser a original, onde Valentino expressa sua emoção sem nenhuma edição de um assessor de imprensa.

Na parte final relembra quando ele e sua M1 se “beijaram pela primeira vez” e ouviu dela a frase mágica: “Eu te Amo”.

Sem dúvida a maior demonstração de amor ao esporte que já vi um piloto, seja de motos ou de carros, fazer!

Salientando que vem de um piloto que já é um dos maiores de todos os tempos e nada tem mais a provar ou mostrar, afinal Valentino Rossi é o grande ídolo da motoGP, vencedor de corridas e campeonatos, milionário e famoso.

Numa época onde os interesses comerciais são cada vez maiores e mais importantes, e onde pilotos justificam suas atitudes por serem “profissionais”, é fantástico saber que existe um Valentino Rossi que é sobretudo um esportista apaixonado pelas motos e pelas corridas.

Confira, a seguir, a íntegra da carta escrita pelo piloto em italiano:

Rossi e sua amada M1.

É muito difícil explicar em apenas algumas palavras o que minha relação com a Yamaha foi nos últimos anos. Muitas coisas mudaram desde que entrei no time, em 2004, mas especialmente “ela”, minha M1, mudou. Àquela época ela era uma moto de meio de grid, desprezada por grande parte dos pilotos da MotoGP.
Agora, após ajudá-la a melhorar, vocês podem vê-la sorrindo na garagem, cortejada e admirada, tratada como “a melhor da categoria.”
A lista de pessoas que permitiu que essa transformação fosse possível é longa, mas gostaria de agradecer a Masao Furusawa, Masahiko Nakajima e Hiroya Atsumi, como representantes de todos os engenheiros com quem trabalhei e tomaram conta dela com amor.
Agora chegou o momento de procurar novos desafios, meu trabalho na Yamaha acabou. Infelizmente, até as mais bonitas histórias de amor terminam, mas deixam memórias maravilhosas, como quando eu e minha M1 nos beijamos pela primeira vez na grama de Welkom, quando ela olhou direto para os meus olhos e me disse “eu te amo”.

Valentino Rossi

comentários
  1. Tomás Motta disse:

    É pra filme de Hollywood!

  2. Jackson disse:

    Como um admirador de MOTO GP, fico no aguardo desse “casamento italiano, entre Rossi e a Ducati”… além dele estar se recuperando da lesão… a Ducati não é a melhor moto do Grid, Rossi não tem mais nada a provar, mas qualquer resultado expressivo que ele conseguir com a Ducati, será um lucro de tamanho feito, que os italianos ficarão tão felizes, tão felizes, que se a Ferrari for um fiasco em 2011… não vão dar muita bola..rsrss

  3. Mari Espada disse:

    Ontem quando você passou essa carta no live blog, quase chorei de emoção!
    Que coisa mais linda essa declaração do Valentino…

  4. Não precisava fazer isso, mas fez, um grande campeão e diferenciado dos outros pilotos.

  5. Allan Wiese disse:

    É difícil encontrar apaixonados pelo que fazem assim nesse mundão…
    E se Rossi chegou à Yamaha e foi capaz de fazê-la uma moto vencedora, eu não duvido que ele faça o mesmo com a Ducati.

  6. Fernando Kesnault disse:

    E olha, qdo. ele foi pra Yamaha as motos dominantes eram as Hondas e ele fez o que fez pela equipe Yamaha…grande sujeito…digno de uma bela estátua.

  7. Dorfão disse:

    Rossi vai reerguer a Ducati e ficará bem mais próximo da Ferrari.
    Estou louco para ver a festa promocional da Ferrari em Madonna Di Campiglio 2011, onde a Ducati tb participa….

  8. Mari Espada disse:

    Pára tudo!
    Eu não consigo esquecer essa carta!
    Acho que estou apaixonada pelo Valentino Rossi… Hehehe.

    Mas me digam se ele não foi um fofo escrevendo isso?

  9. Vitor, o de Recife disse:

    Taí um cara que você pode dizer, sem medo de errar: é um fenômeno. Tinha uma carreira estabilizada na Honda e foi para a Yamaha, que não ganhava nada, somente pelo desafio. Foi, viu e venceu. Agora que está perfeitamente estabilizado na Yamaha, vai encarar as nervosas motos da Ducati. Alguém duvida do resultado que virá?

    Este é um Esportista, com “E” maiúsculo mesmo.

  10. Claudio CArdoso disse:

    A Carta realmente é impressionante.

    Um sujeito que nao esta se importante com os recordes, e sim com os desafios pessoais. Um cara que sabe reconhecer que nao ganhou nada sozinho, quando ele faz questao de agradecer todos os engenheiros que fizeram e desenvolveram junto com ele a moto que o proporcionou ser campeao. Mais uma vez sai do melhor lugar do grid para ir construir uma nova relacao e desenvolver uma moto que nao é de ponta.

    No momento onde vemos mais e mais o egocentrimos imperar, ele vem e divide os louros com a moto, engenheiros e equipe.

    E o toque final nao poderia vir diferente. A Carta a mao. Sim ainda existe emoção, onde vivemos a era do politicamente correto, de onde tudo é feito bonitinho e certinho, vem o comunicado a MAO, para ficar melhor so faltou ser feito no papel de pao da padaria.

  11. Claudio CArdoso disse:

    Agora que reparei no manuscrito.

    ELE nem passou a limpo, foi a carta que realmente saiu do pensamento e do coracao de uma unica vez.

    Olhem quanta rasura tem la …

  12. celso gomes disse:

    Il Dotore, um torcedor que deu certo!

    O cara tem o espírito de nós torcedores, ao amar o objeto de seu desejo acima de todas as coisas. Essa estória de conversar com a máquina é só pra quem tem um amor muito, muito profundo, que é bem maior do que uma paixão.

    Grazie tanto Valentino!

  13. Tomás Motta disse:

    Histórias do passado: A última vitória de Piquet na F1 http://wp.me/pKzhf-O7

  14. Anselmo Coyote disse:

    Esse Valentino é o cão chupando manga.
    Qdo eu crescer quero andar de moto igual a ele.
    Abs.

  15. Felipinho disse:

    Com essas máquinas da MotoGP até eu faria declarações de amor:

    http://fottus.com/esportes/garotas-moto-gp-2010/

    pena que não tem mais disso na F1

    viva a MotoGP !!

    • Mari Espada disse:

      Depois desse comentário eu vou ser obrigada a propor um post com fotos sexys dos pilotos, hein… que nem aqueles posts que eu vi no blog do octeto! Hehehe.

      • Claro que mulher bonita é mulher de verdade, essa mulheres de Photoshop são uns bagaços.

        Mas vamos ser francos, são todas gatas, mas porra essas cameras de alta definição derrubam qualquer mulher bonita.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s