Preview GP da Bélgica.

Publicado: 25/08/2010 por Claudemir Freire em Artigos, Formula1
Tags:, , , , ,

Férias longas e maçantes e a Silly Season tornou-se um prato vazio de notícias, muito porque as principais equipes já estão definidas e as menores só se revelam durante a pré-temporada de fim ano. A 13º equipe, que parece um número de azar mesmo, não saiu nos prazos divulgados pela FIA. Então chagamos a Bélgica, Spa-Francorchamps, o melhor circuito da temporada junto com Suzuka e Interlagos, com possibilidade de pista molhada no domingo e na espera de que o campeonato realmente comece a separar as crianças dos adultos.

Também chegamos sem notícias relevantes, sem saber se as equipes prepararam algo realmente novo para essa corrida, chagamos com um grande ponto de interrogação, uma enorme pergunta.

Quem é favorito nessa pista seletiva e de alta velocidade?

Red Bull, não teve nenhuma melhoria revelada pela imprensa, e deve estar pensando seriamente nos testes de flexibilidade de sua asa dianteira, já que a FIA anunciou que testará não mais com 50 quilos e sim 200 quilos, a flexão do conjunto, isso remete ao post antigo que dizíamos que essa carga é o equivalente a 240 km por hora e o de 50 quilos a apenas 70 km. Se suas asas passarem no teste é a favorita, por se tratar de um circuito onde o piloto passa a maior parte do tempo a mais de 250 km suas asas serão o diferencial.

Mclaren deve vir com uma versão melhorada de seu EBD e um par de “asas flex” caso a FIA aprove as da Red Bull, as colocará sem pestanejar, mesmo sendo ela a autora das denuncias juntamente com a Mercedes, a grande aposta da equipe está nos motores e na estabilidade de seus dois pilotos que podem fazer uma boa corrida. Eu não descarto uma vitória da equipe, não por ser Mclaren, e sim por ser um carro com menos pontos de downforce que seus rivais diretos e isso em Spa é claramente favorável a conjuntos mais desequilibrados, lembrem de Ferrari F60 e Force Índia em 2009.

Ferrari, esta está trazendo novidades para a corrida, mas novidades já há muito tempo alardeadas na imprensa especializada, como assoalho novo e uma versão melhorada do seu já eficiente difusor, mas pode sofrer um duro golpe se a FIA proibir as “asas flex” e assim como a Red Bull deve ter um parzinho de asas normais no caminhão, e mesmo que tenham autorizadas as tais devem brigar com as duas acima para conseguir pontos valiosos para o campeonato de pilotos, já que nos bastidores ela já sabe que vai perder os pontos de construtores na reunião da FIA no caso do “overtakegate”. Seus motores são a grande incógnita, já não era o mais potente da categoria, e depois do “concerto” dizem que perdeu mais uns cavalinos rampantes.

Mercedes, assim como Mclaren, confia na potência de seus motores e na pouca eficiência aerodinâmica de seu carro para pontuar nessa corrida, não tem grandes novidades para a etapa por já estar centrada no projeto de 2011, ainda mais que os pneus Pirelli já foram revelados ao mundo e tem em Nick Heidfeld um excelente feedback para começar de fato os trabalhos, ou alguém imagina que o tedesco não irá falar nada para Ross Brawn? Nessa corrida Schumacher tem tudo para andar na frente do Rosberg, porque ele sempre se sobressai nessa pista.

Renault faz a estréia de seu F-duct, deve ter problemas para a adaptação da peça assim como foi com as demais equipes, não confio em grande desempenho, afinal o fim temporada está chegando e a grana está encurtando ainda mais, é outra equipe que já deve estar pensando no carro de 2011 e no seu segundo piloto pagante, que arrisco dizer que não será o russo, mesmo que esse comece a mostrar algo realmente bom, seria o Ho Pi Tung?

Williams está trazendo melhorias aerodinâmicas, como um novo conjunto de asas traseiras e dianteiras, e ainda corre a notícia no paddock que a Cosworth tem nova versão de motor com mais torque, isso seria de grande ajuda, já que os motores ingleses estão sendo um dos grandes problemas para a equipe esse ano e o plano anunciado por Adam Parr de trazer evoluções a cada corrida ainda está valendo.

Force Índia tem tido problemas para evoluir o bem nascido VJM-03, seus resultados vem caindo conforme vai se aproximando o fim da temporada, mas nessa pista deve fazer bonito, não só pelo destaque de 2009, mas porque seu carro, assim como Mclaren e Mercedes tem características semelhantes e a ajuda dos motores Mercedes ao trio é irrefutável, e vamos destacar que a equipe passou férias conturbadas, com processos perdidos e indenizações milionárias, então a saúde da equipe está em risco se as coisas continuarem a ser geridas dessa forma.

Sauber não anunciou nada de evolução para a pista belga, já que não deve ter dinheiro para evoluir o carro a contento, estão mais interessados em resolver os possíveis acordos que foram divulgados na Silly Season, como a rasteira levada da FOM, que assinou com o banco UBS um contrato de 43 milhões de euros, a fusão com a ART de Nicola Todt e o patrocínio da Telmex, que trariam dinheiro, muito dinheiro, para 2011 e de quebra um piloto mexicano ou brasileiro que corre com o carro 21.

Toro Rosso, é a equipe mais esquecida do grid, não só pela imprensa, mas também pela matriz que não dá estrutura financeira cabível para que o pessoal de Faenza faça algo realmente produtivo, não deve ter modificações e nem a ajuda dos potentes motores Ferrari de outrora para fazer algo relevante nessa corrida.

Lotus, é outra equipe que já pensa em 2011 com todas as forças possíveis, não tem novidades para essa etapa, mas deve ter uma briga de foice no escuro com a Virgin para saber quem anda na frente.

Virgin vem com tudo que não tem para Spa, é a grande chance de ganhar da Lotus, que só pode acontecer em circuitos de alta já que esses não precisam de um carro tão eficiente na parte aerodinâmica, vamos ver quem sai menos cortado dessa briga de foices.

Hispania, não trouxe nada ainda para o mundial, não ia trazer para Spa, fica apenas os registros da Silly Season, como a possível compra dos projetos da Toyota ou a fusão com a Epsilon Euskadi, unindo assim a fome com a vontade de comer. Sobre o Senna é de destacar que ele já trabalha para sair da equipe em 201,1 vale ressaltar que ele assinou contrato de 2 anos com a Campos, não sei se vale para a Hispania, mas quem gostaria de passar mais um ano nessa bomba e sendo comparado apenas com pilotos de medianos para ruins?

Clique aqui e veja um mapa animado do circuito de Spa-Francorchamps.

Spa-Francorchamps: 7004 metros.
Voltas: 44.
Distancia percorrida: 308,052 Km.
Volta mais rápida: 1.45, 108 Kimi Raikkonen 2004.

SEXTA-FEIRA:
5h, treino livre 1
9h, treino livre 2
SÁBADO:
6h, treino livre 3
9h, classificação
DOMINGO:
9h, corrida

comentários
  1. Mari Espada disse:

    Como você bem relatou no início do artigo, pergunta é o que eu mais tenho! Muitas perguntas para nenhuma resposta! Teremos que aguardar… e ver para crer.
    E justamente por isso, por essa falta de respostas, foi uma delícia ler esse seu artigo, Boss. Foi um consolo para a minha alma inquieta! Muito obrigada! =)

    “Virgin vem com tudo que não tem para Spa” – Hahaha, morri de rir!

    Ah, o link para o mapa animado não está funcionando…

  2. Tomás Motta disse:

    Claudemir, post excelente, só deixa acrescentar umas coisinhas:

    A Force India correrá com seus dos carros com o duto e realizou mudanças no escapamento e difusor, além de trabalhar no túnel de vento e na programação CFD, com o que gastou 1 milhão e meio de dólares. Ou seja, pode estar mal mas põe dinheiro no projeto.

    E a Toro Rosso traz mudanças sim, já que introduziu uma nova asa dianteira para ter maior down-force, além de alguns detalhes no STR5.

    No mais, só isso, rs.

    grande abraço à todos.

    • “além de trabalhar no túnel de vento e na programação CFD”

      Sei que as equipes não ficaram paradas nessa silly, mas de onde você tirou que ela trabalhou no túnel de vento, porque esse era uns do itens mais vigiados do acordo bobo da FIA com as equipes.

      Até onde se tem notícias claras e precisas, quem está trazendo inovações de verdade, as fez antes das férias, como Ferrari, Williams e Ranault.

  3. Leandro Magno disse:

    O teste será com 100Kg, não?
    Vc tem a fonte da informação de q a Mclaren poderá usar asa flex, ou é só especulação?
    Abs

    • Só especulação Leandro, não tenho mesmo nenhuma notícia séria a respeito. Mas sem dúvidas de que ela como a autora do pedido, deve ter preparado um plano B caso seja aceita a asa flex.

      Assim como foi no início da temporada com o próprio F-Duct, assim que a FIA deu sinal verde as demais já estavam preparando suas peças para a introdução.

      Sobre os testes, serão 200 quilos mesmo, informação dada pelo Lívio Oricchio em sua coluna no Estadão, até porque 100 quilos é gerado quando o carro atinge 140 km, então o teste seria falho do mesmo jeito.

  4. Alex-Ctba disse:

    Ótimo preview Claudemir, e a expectativa para esse GP é grande realmente. Primeiro por causa das quatro semanas sem corrida. Esperar duas já é difícil, mas estamos acostumados, quatro é uma tortura. Mas proposital ou não, após a longa espera, chega a corrida na pista mais espetacular do calendário. Não tem corrida chata em Spa, por isso espero uma grande disputa e com os carros com motores Mercedes fortes. Agora vamos ver quem estava escondendo o jogo em relação a potência do motor: Ferrari ou Renault. A Ferrari declarou q após a atualização para solucionar o problema das válvulas pneumáticas perdeu potência e os pilotos da Red Bull gostam de declarar q para Spa e Monza vão sofrer tb pela falta de potência dos Renaults.

    Eu acho q a declaração dos pilotos da Red Bull é coerente, já q em Montreal eles eram em reta quase 12km/h mais lentos do q a concorrência. Lógico q ficavam atrás até de HRT, mas esses carros não contam, já q não tem downforce.

    Em Spa no primeiro setor, desde a La Source até a fredada da Les Combes, são 24 segundos de pé embaixo. A Combinação Mercedes + F-Duct tornam a McLaren, Mercedes e talvez Force India fortes na questão da ultrapassagem, e no terceiro setor mais 20 segundo de pé embaixo desde a Stavelot passando pela Blanchimont até a antiga Bus Stop, hj uma chincane.

    Meu palpite é q os Renaults não estão tão deficitários assim em relação aos Mercedes e Ferrari. E se a Red Bull conseguir segurar a ponta nas primeira voltas, ganham a corrida, pq conseguem ganhar vantagem no miolo e nas curvas velozes. Se Ferrari e McLaren conseguirem assumir a ponta no começo, não perdem essa prova e o diferencial vai ser a aprovação ou não da asa flexível, como bem citou o post.

    Abs

  5. Alex-Ctba disse:

    Ahh tem sempre a chuva pra dar uma bagunçada em td em Spa…

  6. Felipinho disse:

    eh…
    previsões do tempo, já temos?

  7. Fernando Kesnault disse:

    Em SPA??? Vamos ter chuva e sol podes crer…

  8. Allan Wiese disse:

    Bom saber o que Button disse sobre fazer a Eau Rouge em flat out com o tanque cheio: “Precisa ter bolas bem grandes. E eu trouxe as minhas.” (blog Victal).
    Vai ser algo interessante de ser observado no início da corrida…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s