O que esperar da corrida de amanhã?

Publicado: 28/08/2010 por Vitor, o de Recife em Formula1
Tags:, , , , ,

A pole de Mark Webber nos treinos classificatórios deste sábado poderia ser vista como algo óbvio pelo que vem ocorrendo ao longo da temporada. Seria, se não estivéssemos falando do tradicional Grande Prêmio da Bélgica. As instáveis condições climáticas, típicas nas corridas de Spa, já seriam o suficiente para embaralhar as cartas, mas outros aspectos, alguns não esperados, podem trazer resultados mais surpreendentes do que os do sábado.

As asas da discórdia

E não é que elas não dobraram de novo?

A FIA testou mais uma vez as asas da Red Bull, desta vez utilizando 100kg; os touros vermelhos, novamente, passaram no teste. Não por acaso, a Ferrari, que ainda não teve seus aerofólios dianteiros testados, está bastante otimista, segundo declarou o diretor técnico Aldo Costa. Mais testes serão feitos em Monza, mas ao que tudo indica, não restarão alternativas para as equipes reclamantes: ou elas aprendem a manha ou assistem às rivais dispararem.

Menos a McLaren, claro. O bom desempenho de Hamilton e Button mostraram que a equipe de Working, mesmo sem a asa dianteira flexionando, está em boa forma.

A questão dos pneus ( ou a falta de)

A segunda variável que deve pesar no domingo são os pneus intermediários. O tempo instável que predominou na sexta-feira e hoje levou as equipes a concentrarem o uso dos pneus intermediários.  O problema é que os compostos fornecidos pela Bridgestone acusaram rápida degradação (fala-se em algo de dez voltas). Com a grande possibilidade da prova ser disputada sob condições igualmente instáveis como as vistas até aqui, o uso dos pneus intermediários deve ser obrigatório, mas as equipes dispõe, provavelmente, de apenas um jogo novo para amanhã.

A Bridgestone já declarou preocupação para a corrida de amanhã. O representante da fornecedora nipônica, Hirohide Hamashima, afirmou estar bastante preocupado com o gerenciamento de pneus da equipe, resumindo bem a situação na seguinte declaração:

“Há alguns anos atrás (Flávio) Briatore reclamou muito de que não foram suficientes os pneus de chuva e intermediários, mas nós explicamos a todos que os dados anteriores mostraram que três sets de pneus de chuva e quatro de intermediários são suficientes. Isso foi até ontem . Para este fim de semana agora, eu não sei. “

A questão ganhou contornos dramáticos e agora resta ver qual será a posição da FIA. A última querela sobre os pneus foi na bizarra corrida de Indianápolis, em 2005, quando por questões de segurança as equipes que corriam com compostos da Michelin se recusaram a participar da prova. Hoje a situação é diferente, uma vez que não há competição entre fabricantes de pneus. Caso não haja uma revisão, restará aos pilotos correrem o risco de levar sus pneus intermediários (ou de chuva) aos frangalhos,como Hamilton experimentou em 2007.

Os desafios de Spa

Além das questões abordadas acima, há o desafio próprio que se enfrenta ao competir em Spa. O clima é um componente imprevisível, que tirará o sono de pilotos e engenheiros ao acertarem os carros para amanhã. Qual o melhor acerto, de chuva ou para pista seca?

A McLaren está viva, não é Hamilton?

Interpretar a melhor estratégia de acordo com as condições vigentes também é fundamental para conseguir um bom resultado. Jenson Button conseguiu suas duas vitórias no campeonato assim. Seu companheiro Lewis Hamilton é exepcional em chuva, e com o bom desempenho que a McLaren tem demonstrado até aqui, pode ser apontada como uma das favoritas. Por sua vez, a Red Bull demonstrou ao longo da temporada imensa dificuldade em superar os imprevistos. Será que eles aprenderam?

Quem desapontou foi a Ferrari, com a bobeira do Alonso em deixar tardiamente sua última volta lançada em uma pista com condições sabidamente imprevisíveis; e Massa, que deixou escapar a chance de se colocar mais na frente em sua última volta rápida com um erro. Mas não se pode dizer que a Ferrari está fora da disputa na imprevisível Spa. Carro rápido, inclusive no molhado, eles tem e Alonso em décimo é promessa de um bom espetáculo, principalmente quando ele chegar no Massa. Expectativa de mar-me-la-da?

Robert Kubica não poupou elogios ao funcionamento do duto de ar da Renault, que foi decaindo com a evolução das demais equipes durante a temporada, voltou em grande forma,  com o polaco obtendo um impressionante terceiro tempo.E nao foi um golpe de sorte: ele andou bem durante todas as atividades realizadas em Spa. Já seu companheiro Petrov, que correu tão bem em Hungaroring, decepcionou ficando ainda no Q1.

Promessa de boas disputas também nas posições intermediárias: a cada vez melhor Williams, com o bom e velho Barrica devendo mostrar mais uma vez sua conhecida habilidade na chuva e o garoto Hulkenberg ratificando dua curva ascendente de desempenho. A Force India não deve repetir o desempenho brilhante do ano passado, mas Sutil já demonstrou ser também um piloto diferenciado no piso molhado e deve fazer uma boa prova. Liuzzi deve continuar esquentando o banco para Paul di Resta.

Webber e a Red Bull: favoritos sim, pero no mucho...

Corrida de recuperação deve fazer a Sauber, que andou tão bem nos treinos livres mas conseguiu bater com os dois carros na classificação. Chance para o Kobayashi mostrar suas qualidades na chuva.

Igualmente decepcionante para a Mercedes, que terá seus dois pilotos perdendo posições por punições distintas: Rosberg perderá cinco por ter trocado o câmbio; Schumacher dez pela defesa kamikaze de Hungaroring. No entanto, o heptacampeão corre em sua pista favorita e pode fazer uma boa prova de recuperação, afinal, motor para acelerar nas retas de Spa é o que não falta à equipe. Rosberg arriscou um acerto para pista molhada.

Não dá para saber o que esperar da Toro Rosso,visto que seus dois inexperientes pilotos oscilam bastante. Buemi já demonstrou grande talento na chuva e Alguersuari já provou ter velocidade, mas constância baixa. Será que ambos terminam?

Quanto as nanicas, resta não bancar o Coulthard em 1998. A confusão entre Trulli e Lucas di Grassi hoje não foi muito promissora…

Muitos ingredientes para uma ótima corrida amanhã!

Anúncios
comentários
  1. Marco disse:

    Vitor , não é exagero nenhum ( assim entendo ) , afirmar que não há um grande favorito em Spa , por ser tratar de uma corrida onde o imponderável decide muitas coisas . Já pra começar , o primeiro suspense já está nos primeiros metros iniciais da prova . Na Surce , essa curva fechadíssima e muito próxima da largada . Neste cotovelo , dependendo do estado da pista , já aconteceram , e acontecerão , muitas largadas confusas e anuladas .

    Sendo assim , acredito que o GP da Bégica será muito generoso em emoções a e alternativas .

    Abraços .

  2. Allan Wiese disse:

    Essa prova tem tudo para ser tão cheia de surpresas como Canadá o foi esse ano. A começar pela baixa durabilidade dos pneus (com a diferença que no Canadá haviam backups). Depois, alta probabilidade de safety cars (mesme que não tenha entrado nenhum no Canadá). Some a isso as possibilidades de chuva.
    Mas estou ansioso. A Red Bull ficou na frente da McLaren apenas no Q3 (que é quando eles usam sua configuração especial de alto regime de rotação, se isso existe). Nos outros momentos, Ferraris, McLarens e Renault foram capazes de ter o mesmo ritmo ou até algo melhor. Colocando dessa forma, mesmo que Webber não perca sua posição na largada, teremos grandes possibilidades de disputa pelo primeiro lugar na pista, assim como foi no Canadá.
    Lets enjoy it!

  3. Vitor, o de Recife disse:

    Marco e Allan,

    Não espero nada menos do que a melhor corrida da temporada.

  4. Vitor, que texto maravilhoso!

    Boas perspectivas para amanhã, com chuva ou sem, será uma loteria e vamos ver quem sai vitorioso desse circuito que pra mim é “o templo” verdadeiro da F1, até os V10 só fazia cravado a Eau Rouge quem tinha bolas, e como citou o Fernanco Ric ontem, quem tem bolas para fazer com o duto “ligado” hoje ?

    Olho para os pneus intermediarios, eles podem ser a chave da vitória, e mais olho no Barrichello, ele pode chegar entre os cinco primeiros (se conseguir largar) por rodar com duros no primeiro stint.

    E mais uma vez, parabéns Vitor. surpreendente!

    • fernando-ric disse:

      E quem terá bolas de fazer com o duto “ligado” e os pneus já no sal ???

      Esta corrida eu vou até gravar em DVD de marca (rs)

    • Vitor, o de Recife disse:

      Obrigado chefe. Agora só resta esperar pelo corridão de amanhã.

  5. Alex-Ctba disse:

    Grande post Vítor. Realmente a expectativa é a melhor possível. Aliás, Spa e Interlagos são o supra sumo da temporada. Vamos ver se amanhã, a corrida consegue superar Melbourne, q pra mim, até o momento foi a “the best”

    Tomara q seja como 2008. Começar com seco, pra quem quiser checar a relação de forças das equipes e depois chuva no final pra ver quem tem o domínio da máquina. Kimi, o rei de Spa, não conseguiu segurar a barata. Se bem, como diz o Claudio, o acerto pra seco e molhado, conta bastante.

    Espero uma ótima corrida para nós todos, e entrem no chat pra gente trocar provocações hehehe

    Go Massa!!!!!!

    • Vitor, o de Recife disse:

      Valeu Alex!

      Realmente as melhores corridas da temporada estao em Spa e Interlagos, não tem erro. Outras corridas normalmente boas são Monza (que não impõe dificuldade em ultrapassagens), Montreal e Melbourne, que por serem corridas de rua, mas não travados, geram muitos acidentes e resultados surpreendentes. Dá pra notar que todos são circuitos tradicionais, coincidência? Não, né…

      Não devo aparecer no chat pois assisto a corrida longe do PC, mas depois devo entrar pra me divertir com o pós-corrida, aliás, que corrida dev ser… mal dá pra esperar.

      Vou ver a corrida da Indy.

      • Alex-Ctba disse:

        To vendo a Indy pelo Terra e dando uns bizus pelos sites de F1 e volto aqui no nosso blog pra ver se alguem comentou algo. Só discordo em relação a Monza. Gosto muito da corrida pela velocidade q os carros alcançam, mas geralmente não tem muitas ultrapassagens após as primeiras voltas. Na F1 atual os carros não conseguem sair colados da parabólica, a não ser se tiverem diferenças gritantes no estado dos pneus. Mas sempre tem lances incríveis em Monza, como a vitória do Barrica ano passado e a disputa do Hamilton pelo 2º lugar nas últimas voltas.

  6. Mari Espada disse:

    Vitor, excelente texto!!!
    Essa tarde fiquei sem net… e agora que voltou já estou de saída… mas quando comecei a ler seu texto, não consegui deixá-lo pela metade, tive que ler até o fim!

    Para amanhã a minha única expectativa é o Miltinho engolir o Canguru na primeira volta e liderar até o final das 44 voltas! =D
    Mas de toda forma, independe do vencedor, Spa é sempre um show. Como disse o nosso Boss no comentário acima, é o templo da Fórmula 1.

    Beijos, até amanhã no chat!

    • Vitor, o de Recife disse:

      Valeu Mari, Miltinho deve dar show amanhã, aliás, os grandes pilotos que largam mais atrás também.

      E viva Spa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s