Pilote uma Ferrari por 15 euros… no computador, é claro!

Publicado: 03/09/2010 por Alexandre Pires em Notícias
Tags:, , , , , ,

A partir do dia nove de setembro deste ano, os tifosi, os gamers, enfim, todo tipo de fanático por velocidade, virtual, poderá baixar (http://www.ferrarivirtualacademy.com) um simulador de corridas da própria Ferrari.

O carro será o F10, com volante e cockpit idênticos aos do verdadeiro. Sei que muitos prefeririam guiar um RB6. Mas não é só isto. A Ferrari distribuirá prêmios para os mais rápidos em cada semana. E no fim do ano, os cinco mais velozes ganharão uma visita a Maranello. Onde participarão de e acompanharão um dia da Academia de Pilotos da Ferrari.

O vídeo promocional (vejam abaixo) ficou muito bom (e divertido). “A partir de setembro de 2010, o mundo da velocidade nunca mais será o mesmo: Academia Virtual da Ferrari, Temporada 2010”, brada o narrador. “300 milhões de fãs pelo mundo porão à prova seu sonho. No fim, apenas um campeão. Você!”, finaliza o narrador. Aí começa a apresentação dos “personagens” do jogo. “Nossos” parceiros serão o Luca Baldisserri e o Giancarlo Fisichela. “Nossos” oponentes serão Felipe Massa e Fernando Alonso. Depois mostra o “nosso” carro, o F10. E as pistas em que “correremos”. Mugello. Fiorano. E Nürburgring (com esta sei que tem gente que vai ficar feliz). Quem chegar até aqui no vídeo, começará a ver a parte divertida, Alonso e Massa convidando os fãs em italiano. Acho que pelo menos neste quesito o Massa se saiu melhor.

Não queiram comparar com a qualidade da franquia Gran Turismo. É claro que, pelas imagens, o simulador (tão dizendo que é, mas pode ser menos realista) nem chega aos pés das obras-primas da Poliphony. Mas com certeza muitos de nós  se divertirão com o jogo. Já estou até vendo as contendas aqui no ultrapassagem. Para quem gosta de jogos de corrida, o lançamento da Ferrari será um grande presente.

Parece que as iniciativas de publicidade ao estilo McLaren e Red Bull começaram a fazer a cabeça do pessoal de Maranello. Sem dúvida, já é a mais ousada. Uma surra acachapante no wallpaper transadinho da McLaren e nos  press releases engraçadinhos da Red Bull. Agora, se o preço for mesmo 14,90 euros, muitos fãs continuarão a ver o F10 real apenas pela televisão, nada de monitor ou tela. Além disso, este preço é para o primeiro pacote, que inclui apenas o circuito de Fiorano. Mas, de todo modo, se uma parcela dos tifosi e viciados em jogos pagar a quantia, a Ferrari terá um caixa extra considerável. Penso que não tardará para que vejamos simuladores com um MP4-26 (!) e um RB7 (!), já que para este ano não deve haver mais tempo. A Ferrari está de parabéns pelo pioneirismo. Não há melhor forma de integração entre equipe e torcida do que permitir ao torcedor sentir um pouco do gostinho de correr com seu carro favorito e concorrer a uma visita a sua fábrica de sonhos. Viva a Ferrari 2.0.

Anúncios
comentários
  1. Will disse:

    Realmente a idéia é demais…me diverti com um coment que li no Blog do William, o legal é que se você estiver mais rápido que o Massa, vai aparecer uma vozinha…

    – Felipe, ‘Fulano de tal’ is faster than you!

  2. MusaLame disse:

    Tens tempo mesmo . Acho que tu como arquiteta , és uma ( ainda assim ) péssima blogista ! Mas fica tranqüila , por hoje deu pra mim . Deves ter muito projeto , pra só da tu por aqui .

    • Claudio Cardoso disse:

      Rapaz, quando a gente vai falar mal, devemos prestar atencao e muito.

      Nao foi a Mari que escreveu. Foi o Alexandre Pires.

    • Mari Espada disse:

      Você tá tentando anmar a minha sexta-feira, né? Porque isso tudo é uma piada!
      Não consegue me atingir como blogueira então tenta me atingir como arquiteta…
      Tenho pena de pessoas assim… que não tem nada a acrescentar então tentam diminuir os demais! Muda a sua estratégia porque comigo isso não cola!

    • celso gomes disse:

      Companheiro, de que merda de buraco você saiu? Vá ser mal educado assim lá na sua casa e com aquela senhora que você sabe bem quem é. Além de tudo é desprovido de um mínimo de neuronios, por atacar a pessoa errada.

      Não lhe ensinaram em hora nenhum nessa porra dessa sua vida, que ao entrar em qualquer lugar que seja, você não pode ir abrindo a geladeira e se servindo, não pode cuspir no chão e nem deixar de dar descarga depois de você ter deixado grande parte do seu cérebro na privada?

      vá procurar sua turma!

  3. Claudio Cardoso disse:

    Alexandre Pires.

    Realmente foi uma grande jogada essa da Ferrari.

    Discordo dessa parte aqui.

    “Não queiram comparar com a qualidade da franquia Gran Turismo. É claro que, pelas imagens, o simulador (tão dizendo que é, mas pode ser menos realista) nem chega aos pés das obras-primas da Poliphon”

    Qualidade, é subjetiva. O que vc diz que nao da para comparar ? Os desenhinhos ?

    Para mim Qualidade é simular melhor a fisica dos carros.

    Uma coisa que sempre me deixava irritado nesses simuladores novos de corrida, era que a visao sempre era da camera do carro onboard. Nessa da Ferrari, a visao esca correta, deve ser aquilo que realmente o piloto enxerga, e nao aquela camera mais alta.

    Vamos aos dados divulgados pela Ferrari:

    mas foi modelado diretamente do CAD original desenhada por engenheiros da Scuderia Ferrari para a temporada 2010: todos os elementos, informações e características do carro são, portanto, idêntico ao carro real e permitir que os fãs da Ferrari a ter em seu PC com uma cópia autenticada do projeto original. A sala de bordo instalados em várias partes do carro permitir-lhe apreciar os detalhes e ver como o trabalho de direção e suspensão ao empurrar o limite.

    Mais qualidade que isso eu acho impossivel.

    Scuderia Ferrari, projetou o software com o objetivo de reproduzir fielmente o F10 em todas as suas características, sem exceção, para o cockpit: os controles de volante e reproduzir fielmente o desenho original, que oferece uma rara oportunidade de observar como o interior é feito Ferrari F10 do real: hoje hipoteca ou qualquer outro jogo foi tão verdade uma réplica do cockpit e voando a F10,

    Essa parte confirma o que escrevi acima:

    Um dos desafios mais interessantes na implementação de um simulador é recriar um guia visual que permite sentir-se realmente “a bordo”: a reprodução cuidadosa dos passageiros é apenas o primeiro passo que deve seguir um processo de otimização vista simulador de condução que foi criado com a ajuda de pilotos da Ferrari: ângulo de visão, altura e profundidade de vista foram ajustados para reproduzir a realidade.

    Um, aquele video com a camera dentro do capacete do Massa nao foi ingenuo no inicio do ano, vejam só:

    Outra solução inovadora técnica adoptada Ferrari Virtual Academy é o cam capacete, e que o utilizado durante os testes de Inverno de Massa e Alonso, oferece a sensação única de estar no carro com o driver é instalado no capacete, e com ela realisticamente responde às exigências da pista e as forças G sofrido por: esse ponto de vista particular, para dominar a complexidade tão emocionante, foi reproduzida por estudar o vídeo filmado pelos pilotos, para dar uma sensação de tensão que você enviar o músculos do pescoço dirigindo um carro de F1.

    Aqui responde, que será realmente um simulador:

    A partir de uma análise dos dados oficiais do carro foram reproduzidos comportamentos características aerodinâmicas dos pneus, sistema de suspensão corporal, e todos os componentes da transmissão. Em particular, modelagem, do diferencial de complexo é um elemento de distinção, na medida em que Ferrari Virtual Academy é dedicado. Modelagem dinâmica do carro foi seguido por uma comparação dos dados de telemetria real com os da F10 contrapartida virtual, medidos utilizando o circuito de telemetria reproduzido Laserscan que permitiu a intervenção na configuração eo modelo matemático do simulador, a fim de otimizar funcionamento dos componentes individuais.

    A última palavra era da responsabilidade dos pilotos envolvidos diretamente no processo de produção em várias fases, a Scuderia Ferrari ea Academia caíram no simulador para testar o desempenho, movimentação e comportamento dinâmico do carro, bem como dos pneus com especial atenção para a sensibilidade com que o veículo reage à ação da configuração.

    Como resultado, o resultado de meses de trabalho realizado no maior segredo, é a reprodução mais exata virtual de um Ferrari F1, disponíveis para todos os fãs e agradável em qualquer computador com uma placa de vídeo 3D.

    Pode ser uma droga isso ai, mas acho que nunca nenhum jogo de corrida de formila 1 teve tantos dados para serem cruzados como esse. Acredito que nem o F1GP tem elementos para ser melhor.

    Abraços a todos.

    E parabens pelo resumo….

  4. Claudio Cardoso disse:

    “Você pode conduzir o Ferrari F10 usando os mesmos ajustes realizados pelos engenheiros da corrida e utilizado pela Scuderia para a gravação de referência incluídos no simulador.”

    Você pode rever o seu melhor desempenho, graças a um espetacular replays cinematográficos, bem como assistir replays gravados por você, Massa, Alonso e Fisichella. Cada vez, você saberá a sua posição na classificação, e quando eu empurrei para limitar a F10 também pode verificar a melhoria de um décimo por volta lhe permitirá subir várias posições em relação a seus concorrentes em todo o mundo.

    A ideia no seu conceito achei fenomenal. Vamos ver se quando passarem para a pratica vai ser assim estupendo, ou se vai ser uma Bola JABULANI, que foi feita para ser o mais perfeita na fisica e foi uma merda rsss

  5. Mari Espada disse:

    Alexandre, adorei saber sobre esse simulador da Ferrari! Fiquei com vontade de experimentar, mas por 15 euros pelo primeiro pacote? Que absurdo, não? Um jogo como o Forza 3, por exemplo, não custa mais doque uns 100 reais, e nele tem muito mais pistas!
    E eu não conseguiria pagar apenas pela Fiorano… seria vital para mim correr em Nurburgring! =D

    Estou ansiosa pelo F1 2010 também… que promete muito! Inclusive dissem que será possível jogar online (pela live do X-Box ou do PS3), mas que em versões futuras será possível correr em tempo real com os pilotos durante uma corrida! Tudo com sistema de GPS para localizar os carros dos pilotos e transmitir ao game! Imagina só isso… será revolucionário!

  6. Anselmo Coyote disse:

    300 milhões de fãs… kkkkkk!!!!! Pode até ser, contando com as formigas que gostam de F1 e são ferraristas.

  7. Alex-Ctba disse:

    PQP q tudo, pena q esse preço tá salgado demais. Mas concordo com o Claudio, a ótica é perfeita. Só teremos essa visão das tomadas on board nas corridas, no dia q a FOM instalar mini cameras nas viseiras dos pilotos.

    Realmente aquelas cameras on board no capacete do Massa não foram por acaso e se o game entregar td q promete, vai ser um espetáculo.

    Parabéns Pires e Cardoso pelas informações!

    • Claudio Cardoso disse:

      Sei que o pessoal vai me matar.

      Mas achei o preço justo. Vamos somar as 3 etapas vao dar 45 euros.

      Ta no preço dos jogos do Playstatin, Xbox.

      Sem contar que o pessoal que andar bem, ainda ganha premios semanais, e ainda tem o premio no fim que é ir para Maranello pilotar no simulador real da Ferrari.

      Vou até parcelar aqui o G25 da logitech para tentar ficar entre os 5.

      quando lançarem esse até o Hamilton vai comprar rsss. (nao me mate Mari)

      • Mari Espada disse:

        Cláudio, mas nos jogos do PS3 e X-Box 360 existem TODAS as pistas e TODAS as equipes! E não apenas a Ferrari Mugello, Fiorano e Nürburgring. Então o preço desse simulador da Ferrari está caro sim! Eles vendem menos pelo mesmo preço, sacanagem…

        Por isso a minha espera pelo F1 2010 parece infinita! Não aguento mais aguardar a estreia, quero jogar esse game e correr com o Miltinho em Spa (será que vai ter Nürburgring, mesmo estando fora do calendário atual? Ai, que emoção!).
        Ah, mas só vou correr com o Miltinho quando estiver craque no jogo, afinal não quero fazer ele terminar a corrida em último. Vou começar a jogar com o Bruno Senna, que já está acostumado com isso, hehehe. =)

      • Claudio Cardoso disse:

        Seu problema nos 15 euros sao o miltinho rsss.

        Mas veja so, para fazer um jogo onde eles fossem colocar mais 15 carros iguais a esse nao seria o problema.

        Esses jogos sao muito generalistas com a fisica dos carros.

        Voce viu a especificidade que esse tem ?

        Se for o que esta escrito, vai ser algo que nunca existiu em nenhum jogo de corrida.

        EU duvido que as equipes tivessem aberto suas telemetrias para a empresa que esta fazendo os jogo da F1. duvido que eles dessem o projeto CAD dos carros, e menos ainda dessem os ajustes do carros, e as informacoes das dinamicas, pressao dos amortecedores e como os ajustes interferem no carro, para poder realizar um aprimoramento do software para gerar a fisica do jogo.

        E fora o Nivel de detalhamento da pista que eles dizem que terá:

        his three-dimensional “cast”, created using a cloud of 3D points, leads to creating a virtual model of the circuit, perfectly recalculating its characteristics and irregularities, from the kerbs to the slopes and the purely aesthetic elements, fundamental for driving on the track: the points of reference used by the drivers to determine the point of braking. Distance signposts, special kerbs or distinctive walls or protection barriers have been reproduced combining laserscan data with detailed, high-definition photographs along the circuit, accurately recreating characteristics and details on the computer, even the apparently most insignificant ones.

        Quando sair, eu vou testar, e escrevo um review pro pessoal. Instalo alguns outros aqui para fazer o comparativo e falo.

        Mas até hoje sinceramente o que para mim é mais perto de se andar de um formula de verdade é o GTR 1,. O GTR2 ficou mais bonito, porem a fisica para mim se perdeu um pouco.

        vou aproveitar e fazer um upgrade no joystick e ai vai dar para ter uma boa ideia. Vou instalar ai os “famosinhos” para fazer a comparacao.

  8. celso gomes disse:

    Claudião caríssimo,

    O simulador é estático e você tem razão, será genérico (G). Não necessitam programá-lo para executar as funções exatas do carro real, nem teriam como reproduzi-las pois faltariam recursos hidráulicos/eletrônicos para tal. Acabei de voltar do simulador do meu atual avião, o DC-8, e a complexidade necessária para a simulação real é muito grande. Para voc^ter uma idéia, a simulação de um pouso de dorso (cabeça para baixo) é tão real que dá impressão que você irá ralar a cabeça no chão. Você pode simular, inclusive, cheiro de fumaça (proveniente de um curto circuito do sistema elétrico do avião), bem como cheiro de fluído hidráulico aeronáutico (skydroll) ao haver um determinado tipo de vazamento que possa ser sentido no sistema de ar condicionado do avião, bastando um simples apertar de alguns botões programados para tal. Para isso é necessário um complexo sistema de eixos hidráulicos ou eletrônicos (geralmente seis eixos) que simulam toda a movimentaçao possível e imaginável que a aeronave possa sofrer. Observe que o simulador que a Red Bull usa para nos demonstrar as suas voltas nos autódromos é exatamente do tipo (seis eixos) usado na aviação. Ali sim os caras devem se sentir bastante próximos da realidade e sentir, por exemplo, os efeitos de uma batida numa barreira de pneus, mas sem se machucar, óbviamente.

    abç

    • Mari Espada disse:

      É… mas o propósito de um jogo de video-game é ser divertido, e não necessariamente real… afinal controlar um F1 “de verdade” deve ser uma coisa sobre-humana! Um saco para os leigos, pois aposto que eu não conseguiria fazer nem uma volta sem beijar um muro! Muitos botões, muitos ajustes!!! Ahhhh!!!
      Então, se a Ferrari está propondo um simulador MESMO, eu não vou passar nem perto… prefiro ficar com o Gran Turismo, o Forza e (em breve) o F1 2010. =)

      • celso gomes disse:

        Maricota,

        Mas se você for um dos 5 melhores no jogo (porque não?) no final do ano, vai ganhar uma viagem (free of charge) para Maranello e dar uma voltinha no simulador e conhecer a Cosa Nostra Rossa. Claro que você iria prefirir ganhar uma viagem a Albert Drive, Woking, Surrey ,England, sem dúvida, mas não dá prá dispensar esse mimo dos carcamanos, não é mesmo? ;-)

  9. Claudio CArdoso disse:

    Eu ja fui no da Varig.

    Na epoca que eu fiz a AFA, nao tinha nenhum pneumatico :-( (nao conclui, fiquei com 0,25 na vista) e na AFA ja sabe nada de caça na epoca. ai me desiludi com a aviaçao.

    mas depois de um tempo bateu a mosquinha novamente.rsss

    Mas posso te dizer Celso, a 1a vez que usei o GTR1 foi capaz de acelerar meu coracao recordando os tempos de pista. Sei que nunca um simulador vai dar a sensacao da freiada, logo nao tem como pisar no pedal igualmente.

    Celso por curiosidade qual o Software la do simulador ? era o X-plane certificado ?

    • celso gomes disse:

      Claudio,

      Eu não sei lhe dizer o software que eles utilizam lá no simulador, só sei o nome do fabricante, Thales R e o sistema visual que é o ESIS 3800GT.

      abç

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s