Voltando das férias em grande estilo!

Publicado: 03/09/2010 por Mari Espada em Formula1, Notícias
Tags:,

Depois de uma grande frustração na Hungria, o GP da Bélgica tinha sede de vingança para Lewis Hamilton. E após sua classificação na segunda colocação do grid de largada, ele percebeu que suas chances de voltar da silly season em grande estilo eram reais.

As apostas eram para uma ultrapassagem na primeira volta, isso se não acontecesse logo na primeira curva. Mas Lewis, um piloto de superlativos, quer sempre mais! Então após ultrapassar Mark Webber na largada, manteve-se à frente e abriu uma boa vantagem, o que compensou alguns erros e levou-o direto ao ponto mais alto do pódium.

“Hoje [em Spa] meu ponto baixo foi ter entrado na brita, mas meu ponto alto foi ter saído ileso. Essa foi a deixa para a minha vitória. Quando eu toquei aquele muro com a ponta da asa, meu coração deve ter chegado à 220 batimentos por segundo.”, relatou Lewis Hamilton sobre sua escapada na 35ª volta.

Uma vitória, um alívio. A McLaren continua na briga pelo campeonato de construtores, agora apenas à um ponto da Red Bull. Lewis Hamilton retomou a liderança do campeonato de pilotos e começa, junto à Mark Webber, a isolar-se dos demais concorrentes.

E se isso já não bastasse, com essa vitória em Spa, Lewis Hamilton igualou seu número de vitórias ao de Graham Hill, e com isso ele caminha (ou melhor, pilota) rumo ao topo da lista dos melhores pilotos ingleses, como foi precisamente abordado por Tomás Motta em seu blog.

Mas quais são as chances de Lewis Hamilton daqui para frente? Pois ainda temos Monza, Cingapura, Suzuka, Yeongam, Interlagos e Abu Dhabi para enfrentar, e ele precisa manter-se consistente se quiser conquistar o bi-campeonato.

“Acho que vamos ser muito rápidos em Monza, e eu tenho que estar pensando em vitórias nas duas corridas [Spa e Monza] para me dar uma chance no campeonato. Depois disso, nas cinco últimas corridas, só posso esperar que encontremos alguma melhora em nosso carro, senão em caso contrário…”, disse Lewis Hamilton.

Em Monza a McLaren tem grandes chances de acertar o MP4-25, por tratar-se de um circuito de alta velocidade com características semelhantes à Spa, onde o carro esteve perfeitamente adaptado e contou com a ajuda do motor Mercedes para impulsioná-lo.

A preocupação surge nos demais circuitos, onde se espera que a Red Bull tenha vantagens aerodinâmicas, por isso os esforços do time de Woking se concentram em melhorar o desempenho em circuitos mais travados. Dessa forma a McLaren promete um pacote de atualização para Cingapura, que é um circuito com características semelhantes ao da Hungria, o qual pode incluir uma asa flexível semelhante às da Red Bull e Ferrari.

“Dado o nosso desempenho na Hungria, estamos trabalhando muito duro para fazer algo sobre isso. Esperamos um pacote de atualização para Cingapura, e se a corrida pelo título estiver tão apertada como é neste momento, vamos desenvolver um pacote [de atualizações] para a última corrida”, informou Martin Whitmarsh.

De toda forma a vitória em Monza torna-se fundamental para que Lewis Hamilton brigue pelo título mundial de pilotos da temporada de 2010. Então vamos torcer para que sua sorte dure até lá, e depois é só administrar os pontos, e para isso ele pode ter umas aulas particulares com Jenson Button.

Fonte de pesquisa: Fórmula 1 – Entrevista com Lewis Hamilton

comentários
  1. Will disse:

    Mari, você correu um grande risco com este post…babar seu teclado! Rsrsrsrsrs

    Muito bom, valeu!

  2. Mari,

    “Vamos torcer” pressupõe muita gente. A torcida por Hamilton ou McLaren deve ser bem menor que a torcida pelo Alonso, Massa ou Ferrari, pelo menos no Brasil.
    Quando o Vettel estava mimetizando o Valentino Rossi acho que até tinha uma torcida em gestação, agora nem isto deve ter.

    Este ano a grande torcida será a de sempre: pelos mais “fracos”, mais “velhos” e coisas assim. E neste quesito o grande Webber vai angariar corações daqui pra frente.
    Além de Webber ter o melhor momento, a melhor sorte e o melhor carro, também terá a melhor torcida: a dos contrariados, que sempre é a maior.

    E confesso que até tendo a torcer pelo Webber, mas por compaixão mesmo. Tantos anos num esporte sem erguer o caneco é muito frustrante. Agora, pra isso, terá de superar muito estorvo de peso, três dos quais são campeões e dois são vice-campeões. Pra ser sincero, mais que urgentemente precisamos escrever um artigo também sobre o Webber, este ilustre desconhecido.

    • Mari Espada disse:

      Ah, o “vamos” pressupõe (no mínimo) eu e mais alguém… não necessariamente uma multidão. =)
      E o tamanho da torcida não importa! Quantidade não é qualidade! E eu até gosto desse lado “underground” da McLaren.

  3. Will disse:

    Como contribuição ao ‘perfil’ de Mark Webber (retiradas da ótima série ‘Vida Secreta’ – formula1.com):

    Adora andar de motocicletas, adora seus cachorros, seu ‘encontro dos sonhos’ seria com a Pink ou com Muhammad Ali, um filme que o fez chorar foi ‘Marley e Eu’, não gosta de pessoas que andam abaixo do limite de velocidade, nunca pintou o cabelo, o primeitro ‘CD’ (na verdade uma fita K7) que comprou foi ‘Like a Virgin’, seu prazer proibido é comer chocolate, o 1º carro dele foi um Toyota Corona 1996 (comprou por US$ 500,00).

    http://www.formula1.com/news/interviews/2010/7/10978.html

  4. Lucas Domakoski disse:

    Apesar de ter ficado extremamente feliz com essa vitória de Lewis na mítica Spa, duas coisas mancharam a minha alegria e ficaram como uma penumbra sobre a vitória da Mclaren: primeiro, o fato de Webber ter ficado em segundo. Segundo, o fato de Vettel ter atropelado Button. A batida foi impressionante, na hora eu fiquei chocado com aquela fumaceira saindo do carro do Jenson! Pra mim, o alemão mereceu punição, e ficou até barato. Nos replays fica claro que ele virou abruptamente o volante de um lado para o outro, fazendo com que o carro perdesse a traseira (além dos óbvios efeitos da pressão aerodinâmica, etc…). Quanto às próximas corridas, estou confiante para Monza e para as demais. A equipe prateada sempre faz um ótimo trabalho na evolução dos carros ao longo da temporada, e tenho certeza de que os pacotes de atualizações deixarão o carro competitivo.

  5. O Polêmico disse:

    É, moçada… o negócio aqui começou muito bem, mas devagarzinho tá degringolando.
    Nem eu, um torcedor de mais de 2 décadas da Mclaren e que acompanha a carreira do Hamilton desde a GP2, aguento terminar a leitura desse tipo de post mais.
    Claro, vc começa a leitura sabendo que tipo de conteúdo vai encontrar, mas tem sempre a esperança de aprender algo novo e por isso insiste em ler, porém…
    Quando restar ao blog uma meia duzia de comentarista daqui uns meses, vcs vão entender o q eu estou dizendo.
    Mari, nem te conheço, mas guarde sua torcida pros domingos de manhã quando estiver em frente a TV e use seu espaço no blog pra discutir F1.
    Aposto (todas as minhas 31 miniaturas do carrinhos prateados e mais a camisa autografada pelo Hamilton) que já tem muito Mclariano incomodado com esses seus exageros. Faça um levantamento entre os 100 e poucos post e veja qual equipe e piloto dominam as postagens e observe quem é q redigiu a maioria das inserções sobre o tema.
    O Claudemir, provavelmente, ainda n te barrou, por ser um grande cavalheiro.( n estou tentando falar por ele, pois n tenho autorização pra isso…)
    Se vc realmente for uma pessoa inteligente, como parece ser, reflita um pouco.
    Abs de um Mclariano e torcedor nr 2 do Hamilton

    • Mari Espada disse:

      Obrigada pela crítica! Só é uma pena você precisar se esconder atrás de um nome fake para ter coragem de dizer o que pensa.
      Acredito que todos os textos publicados no blog passam por algum controle de qualidade do Claudemir, inclusive já o informei que ele toda a liberdade de excluir meus rascunhos, caso não sejam de acordo com a proposta do Ultrapassagem. E caso isso aconteça, não haverá problemas para mim, pois sempre tenho a opção de publicar o que penso no meu blog pessoal.
      Eu sei que não tenho o mesmo conhecimento e abordagem técnica dos meninos que aqui escrevem, mas quando me convidaram para a equipe foi justamente para agregar algo mais emocional, que foi uma característica desde o meu primeiro texto.
      Mas não podemos agradar gregos e troianos, não é verdade?

    • O Polêmico,

      O blog é um empreendimento coletivo de comentaristas. Todos que fazem posts eram comentaristas. E cada vez mais outros comentaristas vão se dispondo a escrever posts aqui no ultrapassagem.

      A maior dificuldade não é reunir o pessoal e sim manter todo mundo escrevendo. Você sabe que todos aqui têm coisas mais importantes na vida pra fazer do que comentar automobilismo.

      Eu mesmo tive de me ausentar do blog no último mês. Enquanto que a Mari tem honrado fielmente seu compromisso com o blog. Como você bem notou, ela tem escrito bastante. E justamente para o que foi convidada. Comentar Fórmula 1 do mesmo jeito que havia feito seu depoimento no Quem São Vocês? e no post Peixe Fora D’Água. Ela sem dúvida é a mais profícua entre nós.

      Não vejo nenhum problema de informação no post. Inclusive, a polêmica deveria ser se realmente Hamilton tem alguma chance no WDC (eu acho muito pouca). Este post está na mesma linha do respeitado Mark Hughes da BBCSPORT. São os mesmos senãos. A torcida da Mari é explicitada realmente só no último parágrafo. No restante, é um texto enaltecendo a reação da McLaren, que voltava das férias realmente desacreditada por qualquer um que acompanha fórmula um. E as razões que ela aponta estão tecnicamente corretas, bom casamento entre carro e circuito, o que é esperado também para Monza. Além de pontuar que as apostas da McLaren estavam na largada ou logo na primeira volta. O que está correto enquanto leitura, pois se Webber se segura na ponta até completar a volta, não ia ter pra ninguém, ia ganhar de ponta à ponta.

      O que está faltando é mais comentaristas que se disponham a acompanhar de perto outras equipes. Especialmente a RedBull e a Ferrari. Mas também a Williams, que a meu ver pode ir bem ano que vem. Mas como fazer isto sem pessoas? Além disso, infelizmente, o Alex que acompanha mais de perto a Ferrari não tem podido contribuir tanto como vinha contribuindo.

      • Mari Espada disse:

        Alexandre, obrigada por descrever em detalhes a atual situação do blog!
        Realmente, o ideal seria ter um autor para cada equipe, assim existiria um equilíbrio maior nos posts.

        E obrigada por compreender o meu estilo de escrita! =)

  6. Will disse:

    Mari, você conseguiu! Kekekekeke

    Gente, esse Blog não é de jornalismo imparcial (por acaso isso existe?).

  7. MusaLame disse:

    Realmente é uma criatura muito chata , o pior de tudo é descaradamente acha que sabe muito kkkkkkk . É o tal negocio deram muita coiher de chá , agora se acha a tal . Quanto mais fala , mais chata fica . Deviam deixar um pouco na geladeira . kkkkkkk.
    Aí vem os bobão hipócritas pra elogiar . kkkkkkk

    • Mari Espada disse:

      Hahaha, nem vou falar nada…
      Esses trolls são hilários!!!

      Onde eu disse “descaradamente” que sei tudo? Cadê a fonte do seu comentário?

      • MusaLame disse:

        Chamar Vettel de barbeiro !!!! Vai lá querida vai , vai lá e acelera aquela barata . Nem o teu carrinho tu sabes dirigir . Dizer que és melhor do que o arquiteto ?!?!?! Quem és tu marilu ?!?!?! Brincadeira tem hora né minha nêga .
        Seja só um pouquinho mais modésta minha sabedora da verdade .

      • Mari Espada disse:

        Hahaha, se brincadeira tem hora, mau-humor também tem, viu?
        Pena que nem todos conhecem (e valorizam) o lado alegre e apaixonado da vida…

    • samuel disse:

      Infelizmente tenho que concordar com o que “o polêmico” disse, esse blog que surgiu como um sopro de inteligência e qualidade há pouco tempo na árida seara da informação sobre F-1 via internet no Brasil tem perdido credibilidade diante dos 3 posts semanais para babar ovo do Hamilton.
      Sem ofensas, mas imagino que o blog nasceu com o intuito de informar o povo sobre F-1, existem vários fã-clubes do Lewis por aí onde esses textos com certeza seriam melhor recebidos e apreciados.

      Abraços e bons rumos para o blog!

      • iDavid disse:

        Samuel:

        Nós leitores temos que entender que segundo a linha editorial do Ultrapassagem, teriam que haver pessoas disponiveis com conhecimento e tempo para falar de outras equipes que não sejam MacLaren e Ferrari, pois os atuais companheiros ou são pró-ferrari (minoria) ou pró-MacLaren (maioria). Sendo assim, é claro que haverão mais posts enaltecendo os prateados.

        Pra piorar ainda mais a situação, temos também pessoas influenciadas pelo galvão bueno a não gostarem do hamilton, com sua perseguição sem fundamento para com o piloto que é para mim disparado o melhor da F1 atual.

        Então se voçê, assim como eu se sente incomodado com os posts do blog pelo fato de estarem priorizando a MacLaren, faça como eu: leia o post, filtre a informação obitida (diga-se de passagem sempre tem pontos vista muito interessantes, que é o que me faz continuar lendo o blog) e passe bem longe dos comentários.

        Ah! e reze para que apareçam outros amigos escrevendo para o blog cobrindo as outras equipes !!!

        Estou na torcida para que isso aconteça o quanto antes !!!!

  8. Tomás Motta disse:

    Mari, ótimo texto!

    Obrigado pela citação, ;)

    Quanto ao que disse Polêmico, já não vou nem comentar o quão estúpidas essas pessoas são. É melhor deixar elas para lá, porque elas só vem para incomodar mesmo.

    Eu, por exemplo, não gosto do Hamilton, e não vou mentir. Torço para Alonso, ok, mas também no meu blog não fico fazendo posts muito bons sobre ele, porque seria ruim que meu blog ficasse com a cara de pró-alonso.

    Eu sei do seu estilo de escrita, mais passional, só fica a dica, na boa mesmo.

    Mas continue assim que está ótimo, e a caminho de Monza!

    • Mari Espada disse:

      Tomás, não sei porque não te respondi antes… enfim…

      Obrigada pela dica, isso me fez pensar e chegar à conclusão que expliquei ao Alex uns comentários abaixo. Vou começar a prestar atenção em deixar claro o lado informativo e o lado torcedor dos meus textos. Mas sem perder o meu toque.

      Eu acredito que aqui no Ultrapassagem, eu posso continuar escrevendo de forma passional, porque existem outros autores no blog, que trazem o equilíbrio com uma outra abordagem.
      Já você, no seu blog, tem que prestar mais atenção ao que escreve (no seu caso sobre o Alonsito) porque não há outro autor para fazer o contra-ponto, entende? Com certeza a sua situação é mais complicada.

      Mas essas ondas já rolaram… e a praia vai continuar sendo a mesma! =)

  9. Tenho apenas uma resposta a todos que criticam a Mari.

    Estamos a disposição de todos, e se quiserem mandar texto para o nosso blog enviem para:

    equipeultrapassagem@gmail.com

    Assim vocês saberão o que é comentar sem compromisso e postar com compromisso de escrever com português perfeito, dar a notícia sem barrigadass, pesquisar imagens e sites antes, passar 3 ou 4 dias ajustando os pormenores.

    Como disse antes, esse é um blog pluralista e democrático, mas a Mari é um achado maravilhoso do blog, já que vocês podem “andar” toda a net e ver que mulheres blogueiras são raridades nesse ambiente da F1.

    Vocês verão uma outra Mari blogueira no próximo texto sobre a pista de Monza, digna de passar a perna em muitos “machos” por aqui.

    • Mari Espada disse:

      Thanks Boss! Para mim a opinião que mais importa é a da equipe Ultrapassagem, que são o meu controle de qualidade! =)

  10. Allan Wiese disse:

    A reação da McLaren veio em um momento crucial para o campeonato Mari. A torcida para Monza tem que ser realmente grande, pra que possamos sair de lá com vitória e quem sabe até dobradinha.
    E, apesar de o RB6 ser de outro mundo e as estatísticas dizerem que nossas chances são poucas, por que não confiar que poderemos fazer como em Barcelona, que estávamos entre as duas Red Bulls, ou na Turquia, que estávamos grudados nelas e pudemos nos aproveitar dos seus erros. Capacidade para tal acredito que Woking tem. E, falando como torcedor, claro, estou confiante no pacote pra Cingapura!

  11. Fernando Kesnault disse:

    Mari Mclarista hein??? Fico a imaginar se conhecesse a McLaren de antes da era do Ron Dennis…irias adorar muito, pois era uma equipe simpática e universal. Eu gostava dela com as cores laranja na CAN-AM, logo, logo Mari vou fazer um artigo sobre o dominio das McLarens nesta categoria que deixou muita saudades daqueles carrões de 7litros com motorzões demais…até hoje me pego absorto naqueles roncos no pensamento…sentado nos barrancos vendo aqueles carros…nunca pensei que sentiria saudades assim…era muito legal…mamãe que trazia os sanduiches e sucios pedrados para que na hora de bebê-los tava geladinhos….

    • Allan Wiese disse:

      Rapaz, essas devem ter sido sensações únicas!

      • Fernando Kesnault disse:

        Sim, Alan é como diz os dizeres da Mastercard: tem coisas que o dinheiro não compra…

    • Mari Espada disse:

      Que delícia essa cena que você descreveu… são coisas que ficam na lembrança para sempre!
      E ficarei à espera do seu texto sobre as McLarens na Can-Am, hein! Já estou curiosa! =)

      • Fernando Kesnault disse:

        Mari, por falar nisso,, cobre do Boss as fotos das McLarens em cores diferentes pois eu mandei faz um tempinho..haheheh…ele deve estar a esperar um momento melhor ou de calmaria para postá-las…afinal ele sabe o que faz e a nós cabe enviar coisas interessantes.

  12. Alex-Ctba disse:

    Mari, nem ligue para as críticas, é normal. Só Hj estou conseguindo ler os posts e vi quantas coisas boas eu perdi, inclusive poder te “defender” do polêmico. Aquele teu post sobre a evolução da McLaren ao longo das décadas, foi lindo e qualquer apaixonado por F1, acredito eu, deve ter gostado muito. Como disse o Claudemir, vc foi um achado e seus textos são bem escritos. Isso desperta um pouco de inveja e alguns dos comentários acima, parece claramente feito por mulher. Não me levem a mal, mas eu trabalho em um departamento e convivo com nove mulheres no mesmo setor. Vcs não sabem o inferno q fica aquilo as vezes qdo a mulherada perde o controle :D

    • Mari Espada disse:

      A minha teoria é justamente essa Alex, só não quis dizer nada para não gerar mais confusão.
      Se fosse um homem escrevendo, iria abordar a crítica de outra forma, com mais objetividade. Mas o baixo nível das ofensas sem fundamento algum, me levam a crer em inveja feminina! A experiência me faz pensar isso, porque já fui algo dessa situação outras vezes.
      Mas o lado bom foi que eu parei para rever meus textos, e vi sim muita coisa boa, mas também percebi que eu poderia deixar mais claro o lado informativo e o lado torcedor… pois apenas com a inclusão de uma frase no inicio do meu último parágrafo eu já conseguiria isso: “Eu, como torcedora do Hamilton e da McLaren, vou torcer para que sua sorte dure até lá, e depois é só administrar os pontos, e para isso ele pode ter umas aulas particulares com Jenson Button.”
      Pois quando uma pessoa lê com segundas intenções, pode invalidar toda e qualquer informação técnica do meu texto apenas julgando pelo último parágrafo (mais passional)… e aí podem achar que tudo não passa de puxa-saquismo!
      E também teve outro lado bom… saber que sempre posso contar com o apoio da “família Ultrapassagem”! E não importa se for atrasado. =)

  13. Ron Groo disse:

    Tá certo Mari, torcer é isto ai…
    E quanto ao outro comentarista que disse do tamanho da torcida do Alonso, bem… A rejeição ao cara é muito maior. Até porque ele é safado e pilantra.
    E o Massa? Rubens segundo.

  14. Dorfão disse:

    Parabéns Mari, por mais um excelente texto, bem escrito e passional. Vc continua sendo um contra-ponto muito positivo aqui no blog, um lado feminino apaixonado, inteligente e muito bem informado, só faz acrescentar.
    Chega de elogiar, o Tomas, Alex, Fernando e Claudemir ja disseram tudo. O seu diferencial é esse, acredito eu que esse pessoal das críticas não estão totalmente errados, principalmente em 1 ponto, falta maior abordagem sobre as outras equipes, o Boss ja publicou o e-mail de contato do blog, então mão no Massa, digo na massa. rsrs..
    Vc´s estão demonstrando muita preocupação com rumo do blog correto? Fala-se muito da Mclaren e do Hamilton ne? Então que tal enviar posts ao Claudemir abrangendo outras equipes?

    Críticas fazem parte, mas o blog precisa tambem de iniciativa de deus comentáristas mais bem informados e de escrita impecável, ao que parece os tb críticos se enquadram nisso.
    Eu sigo lendo mais do que comentando, devido claras falhas ortográficas.
    Longa vida ao blog ultrapassagem!!!

    Abraços

    • Mari Espada disse:

      Claras falhas ortográficas? Pode parar com isso, não vi nada de errado em seu comentário!
      Portanto não fique ausente, amigo McLarista! Comente mesmo e muito!!!

      E obrigada pelo apoio e por apreciar meus textos! =)

      Beijos!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s