Qual é a sua opinião?

Publicado: 15/09/2010 por Claudemir Freire em Artigos, Variedades
Tags:, , ,

Em seu blog o Livio Oricchio revelou uma faceta interessante do seu papel como jornalista esportivo, o de jornalista político, e como de costume houve muitos elogios e alguns parcos ataques ao seu texto, mas o debate é tão pertinente que tomei a liberdade de traze-lo para o blog e saber a opinião mais especializada e mais apurada de um assunto ainda não comentado aqui.

Claro que o assunto é Ferrari e uma pseudo ajuda no GP de Monza que aconteceu no último fim de semana, ajuda essa que pelo menos eu, não acredito que tenha existido, mas o Livio leva a coisa tão a ferro e fogo, que não resta dúvidas que o jornalista está poluido pela percialidade extrema, visto que, a equipe italiana tem sim um longo caminho de maracutaias na F1, mas dessa vez ele enveredou a sua defesa por outro caminho e é essa a opnião que quero de vocês.

Segue abaixo o post e vale apena dar uma passadinha no blog dele e ler os comentários.

por Livio Oricchio

Seção: Notas Comentadas

14.setembro.2010 11:51:02

14/IX/10

Livio Oricchio, de Nice.

Confesso estar impressionado com o número de comentários que atribui a algo extrapista o resultado da corrida de Monza. É a Ferrari com seus poderes sobrenaturais na FIA, a força comercial do banco Santander, a obcecada concentração de interesse do time em Alonso…meu Deus!

Tudo bem que a história da Fórmula 1 mostra, no passado, privilégios à Ferrari, como a vergonhosa punição a Fernando Alonso, da Renault, na classificação do GP da Itália de 2006, por ter “atrapalhado” Felipe Massa. Todos sabiam que o que pudesse ser feito para Michael Schumacher abandonar a Fórmula 1 com mais um título seria tentado, como ficou evidente. Alonso era seu concorrente. Há outros exemplos.

Mas, senhores, nem sempre é assim. Diria que na maioria das vezes as coisas se definem por conta própria. Para muita gente, há uma conspiração por trás de tudo, seja lá para o que for. Impressionante. Estamos entrando já no campo das psicopatologias.

Tudo bem que somos brasileiros e da terra do Valerioduto, de Renan Calheiros, Paulo Maluf, José Sarney, Vicente Leal, aquele ministro do STF que vendia sentença para traficantes, junto com alguns colegas, claro, dentre milhares de exemplos dessa natureza. A vida na Fantasy Land de Lula se desenvolve assim. Aos amigos do rei, tudo. Aos inimigos, a lei! E aí entra em cena o nosso isento e inatacável Judiciário, com seu elevado espírito de justiça.

Aqui onde vivo, na França, há mais ou menos 220 anos o povo cercou um bando semelhante a esse, talvez até menos virulento, e lhe fez passar por um presente concebido pelo médico Joseph Guillotin. Sua invenção ficou famosa como guilhotina.

Você não assistiria à decaptação dessa tropa de sanguinários em frente ao Congresso e colocaria o nome da praça de Nova Bastilha?

Voltando… não é por aprendermos que uma nação funciona sob o estigma do corporativismo e conchavos cancerígenos que tudo no mundo se processa assim. Não pense lá, por favor, que fora das fronteiras do parque de diversões do PT tudo segue as mil maravilhas, como vários brasileiros acreditam. Longe disso.

Mas sabe qual é a diferença principal entre aqui e aí, nesse aspecto da prevaricação? Aqui é a exceção. Aí, a regra!

comentários
  1. Will disse:

    Concordo com o Lívio na parte política e discordo levemente na parte F-1…

    Não acho que a vitória do Alonso deva ser creditada à infliencia ferrarista na FIA, ao Santader ou etc, Alonso é o melhor na pista (junto com Lewis).

    Mas não podemos desacreditar o ‘clima de conspiração’ em mais um ano com decisões equivocadas afetando o campeonato, isso é inevitável.

  2. Fernando Kesnault disse:

    Lá como cá é tudo igual pois faz parte do genero humano, a diferença é que lá se descoberto, há um processo sério que é levado adiante e as partes envolvidas são responsabilizadas e presas e aqui só vai preso os 3 Ps como todos conhecem.

    Com relação à f-1, desde aquele acordo obscuro de 1985 entre Bernie, Balestre e Enzo Ferrari em Modena e não divulgado à imprensa os seus termos e todas as benesses que a Scuderia teve desde então, não obscurece o ótimo desempenho do Alonso em Monza.

    O fato é que o Massa aceitou então acabou o assunto e o culpado é ele (Massa) que se mostrou dócil e obediente em face da grana que recebe, aliás é um salário muito alto para um piloto como ele.

  3. Mari Espada disse:

    Muita água já rolou entre a FIA e a Ferrari… e não tem nenhum santo nessa história!
    Mas não podemos misturar as estações!A conquista de Alonso em Monza 2010 foi mérito dele, não houve uma manipulação para que o resultado deste GP fosse favorecido.

    Então, apesar de estarmos frustrados com os recentes acontecimentos, vamos manter os pingos nos “is”.

  4. alguém sabe qual é a TEORIA DA CONSPIRAÇÃO em pauta? poderia resumir?
    tou curioso pra saber como teria sido manipulado o grande prêmio italiano em favor da scuderia.
    quanto ao que o lívio fala, achei bem fraquinho, tanto no que tange à política quanto à fórmula um.
    expatriados em terras prometidas tendem a ter estas visões edulcorantes do lugar de acolhida e uma visão ultrajante do lugar de partida. nada novo.

    alonso tem todos os méritos por levar monza mais uma vez. e já escrevi sobre isto.

    naturalmente, o resultado ficou mais expressivo pelos acasos de corrida. especialmente a estratégia de pneus de button e o afoitamento de hamilton somado à decrepitude das red bull e a péssima largada de webber.

    sem estes acasos, talvez button vencesse e hamilton ficasse em quarto, assim, o bom desempenho da ferrari teria sido mais modesto e o campeonato estaria na mesma:
    hamilton, 194 pontos.
    webber, 185 pontos.
    button, 172 pontos.
    vettel, 161 pontos.
    alonso, 159 pontos.
    massa, 124 pontos.

    ou seja, é mais uma vez a sorte seguindo os fortes. e alonso é isto. tudo conspirou a seu favor. menos a fia!

  5. Ok, a parte da FIA, Ferrari e Alonso, conheço a opinião de vocês, sei que são muito diversos nesse assunto.

    Mas e a parte política, ninguém se arrisca a uma palavra, afinal o texto dele recaiu sobre esse assunto, como disse o Alexandre acima, ele teve uma visão forte do que acontece no Brasil e lá no blog dele foi muito debatido até com certa veemencia pelo nosso amigo Cassius Clay Regazzoni que apontou o dedo ao jornalista e disse algumas verdades ou mentiras a depender do ponto de vista de cada um.

    E é esse o ponto que gostaria de ver o que cada um pensa, saber se essa visão do Lívio é correta ou se ele está bebendo na fonte da arrogância e propotência pelo local que mora e os veículos que trabalha, Globo e Estadão.

    Vamos lá, mostrem o lado político!

    • claudemir,
      campanha eleitoral + jornalista do estadão + candidato petista favorito = guilhotina!
      não me surpreende o lívio “requisitar” uma guilhotinada no governo petista.
      o estadão inteiro tá contaminado pelo clima eleitoral e o azedume da vitória petista.
      claro que fico pensando o que ele dizia quando os amigos da patroada dele estavam mandando e desmandando por aqui.
      muito suspeito (e golpista) pedir guilhotina num período de eleições democráticas (digam o que quiser, mas são democráticas, naturalmente, poderiam ser melhores, menos pelas pessoas e mais pelas instituições).
      senti um ranço conservador e autoritário no post do lívio. ficou mal pra ele. é claro que tem gente que vai gostar muito disto. previsível. temos todas inclinações políticas possíveis por aqui (leiam, brasil).
      pra finalizar, as cabeças que rolaram foram da realeza e aristrocracia francesas, aquilo que costumam chamar de antigo regime. associar o absolutismo francês ao lulo-petismo brasileiro é dose pra leão. um exagero. é um pessoal que não gosta muito de perder, algo que sempre pode acontecer em eleições livres, então, ficam sugerindo ganhar na trolha. só que agora os milicos não tem a fim de fazer o serviço sujo e a imprensa fica neste papelzinho ridículo de confundir as bolas e misturas as coisas pra ver se viram a mesa.

      mas, sinceramente, preferia que este tipo de pauta ficasse fora do ultrapassagem. primeiro, porque a política da fórmula um não tem nada a ver com a política do estado. segundo, porque é muito chato este assunto quando é tratado com tanta leviandade como faz o lívio. terceiro, se não for pra trazermos nada de novo em termos de olhar, pra que desvirtur o ultrapassagem com isto?

      até entendo a intenção polêmica do claudemir ao trazer isto pra nós, procurando assim diversificar nossas conversas aqui, mas preferiria estar pensando somente como uma equipe poderia ser favorecida hoje em dia na pista por uma entidade de fora da pista.

      enfim, topo discutir só a política da fórmula um por aqui e esta já é por demais complicada de entender.

      • Mari Espada disse:

        Eu assino embaixo!

      • Anselmo Coyote disse:

        “campanha eleitoral + jornalista do estadão + candidato petista favorito = guilhotina!
        não me surpreende o lívio “requisitar” uma guilhotinada no governo petista.
        o estadão inteiro tá contaminado pelo clima eleitoral e o azedume da vitória petista.
        claro que fico pensando o que ele dizia quando os amigos da patroada dele estavam mandando e desmandando por aqui.
        muito suspeito (e golpista) pedir guilhotina num período de eleições democráticas (digam o que quiser, mas são democráticas, naturalmente, poderiam ser melhores, menos pelas pessoas e mais pelas instituições).
        senti um ranço conservador e autoritário no post do lívio. ficou mal pra ele. é claro que tem gente que vai gostar muito disto. previsível. temos todas inclinações políticas possíveis por aqui (leiam, brasil).
        pra finalizar, as cabeças que rolaram foram da realeza e aristrocracia francesas, aquilo que costumam chamar de antigo regime. associar o absolutismo francês ao lulo-petismo brasileiro é dose pra leão. um exagero. é um pessoal que não gosta muito de perder, algo que sempre pode acontecer em eleições livres, então, ficam sugerindo ganhar na trolha. só que agora os milicos não tem a fim de fazer o serviço sujo e a imprensa fica neste papelzinho ridículo de confundir as bolas e misturas as coisas pra ver se viram a mesa.”

        Não voto mais em ninguém, não sou filiado a qualquer partido e não tenho simpatia por qualquer partido ou candidato.

        No entanto, só tenho a aplaudir essa parte do comentário do colega Alexandre.

        Essa turminha realmente está desesperada. Pensaram que a oposição entraria e seria um desastre e que eles voltariam “nos braços do povo”. Mas o que se vê é que eles foram esquecidos e, quando não, odiados. É a vida.

        Abs.

  6. Muito bom seu ponto de vista Alexandre, mas é isso mesmo que eu queria trazer pra cá, a forma com que a política é vista por nós brasileiros e a opnião de vocês nessas horas demonstra muito mais do carater e intenções para com o nosso pobre e abastado país.

    Como o texto do Lívio é sobre uma pseudo ajuda a Ferrari e ele compara com a política brasileira, achei pertinente ver essas opniões como a sua.

    Ver como o Lívio deturpa o assunto, dizendo que a FIA e Ferrari são santas e que na França todos são honestos na hora de punir corrupção e aqui a bandalheira corre solta, isso é que é fazer jornalismo ? Isso é que ser imparcial ?

    Parece que o Lívio nem lembrou do caso L’oreal quando foi escrever esse post.

    • Mari Espada disse:

      Boss, entendo esse seu lado politicamente engajado, e o admiro!
      Mas já me basta discutir aqui os abusos da FIA, se começarmos a discutir os abusos dos nossos governantes, onde vamos parar?
      Eu, muito provavelmente, no divã de um psicólogo! =)

      Por isso eu prefiro respirar fundo e continuar acreditando nesse país, num país formado por mim, por você, por todas as pessoas inteligentes e de bem que eu conheço. Pois nós podemos fazer muito uns pelos outros, independente do analfabeto ou da cangaceira que estiverem no poder.
      Porque eu acredito que eu posso mudar o mundo sim, o MEU mundo, onde eu escolho com quem quero compartilhar o meu tempo e a minha vida.

      E nos dias em que o otimismo não funciona, eu penso que é dos grandes problemas que surgem as grandes soluções, e continuo fazendo a minha parte…

  7. mclaren ainda interessanda em contar com serviços de vettel, é o que diz martin whitmarsh, segundo o autohebdo.fr e o sportbild:

    McLaren était déjà intéressé par Sebastian Vettel en 2007, au moment où Fernando Alonso quittait les Silver Arrows, mais ils n’avaient pas pu l’engager suite au veto posé par Red Bull. Martin Whitmarsh a confirmé que son intérêt était resté intact, même après l’accrochage de Spa-Francorchamps avec Jenson Button qu’il avait qualifié d’ « erreur de gamin. »

    « Je suis quelqu’un d’ouvert et suffisamment honnête pour concéder que Sebastian Vettel m’intéresse toujours », a avoué Whitmarsh à Sport Bild. « Sebastian Vettel est prometteur. S’il continue à évoluer de la sorte, j’essaierai de nouveau de le recruter à la fin de son contrat (en 2012, ndlr). »

    traduzindo:


    A McLaren já se interesso”u por Sebastian Vettel em 2007, quando Fernando Alonso saiu das flechas prateadas, mas eles não o puderam contratar após o veto feito pela Red Bull. Martin Whitmarsh confirmou que seu interesse continuaria intacto, mesmo após a batida contra Jenson Button em Spa, que ele chamou de “erro infantil”.

    “Eu sou sincero e honesto o suficiente para admitir que Sebastian Vettel sempre me interessa”, afirmou Whitmarsh ao Sport Bild. “Sebastian Vettel é um [piloto] promissor. Se continuar a evoluir desse jeito, eu tentarei novamente o recrutar no fim do seu contrato (em 2012, nota de redação).”

    os torcedores da mclaren podem ir se acostumando com a idéia de contar com os serviços da promessa alemã. tudo que a mclaren quer, ela consegue!
    será que a dupla de 2013 será hamilton e vettel? se é que hamilton estará na mclaren em 2013…

    • Mari Espada disse:

      Alexandre, estou achando que você traçou um objetivo para o dia de hoje…
      E esse objetivo é me fazer chorar!

      Nem ouse dizer que vão substituir aquele lorde inglês pelo alemãozinho arrogante! Jenson e Lewis são a dupla de pilotos mais fantástica do grid! Tanto na pista quanto nos bastidores!
      Se o Whitmarsh não estava bêbado ao declarar isso, espero que ele pense e repense milhares de vezes até desistir desse objetivo.

      Que pouca vergonha!

      • Allan Wiese disse:

        Mari. Os contratos desses envolvidos irão todos até 2012, se não me engano. Até lá muita água pode rolar. Mas Jenson já não é mais tão novo e pode até considerar se aposentar no fim do contrato (ainda mais se ganhar algum dos 3 campeonatos que ainda disputará). E outra: ele declarou que, se legalizarem o jogo de equipe, ele sai.

        Mas a McLaren sempre buscou duplas fortes. Muitas vezes dois pilotos fortes para fazerem suas duplas (SennaxProst, AlonsoxHamilton). Essa seria mais uma reedição. E seria lindo de ver. Como sempre acontece (e está acontecendo esse ano, embora não tão intensamente porque Hamilton e Button se classificam um longe do outro e não se encontram com tanta frequência em pista) a equipe deixa seus pilotos disputarem na pista. E Hamilton e Vettel com certeza se classificariam próximos um do outro nas primeiras filas. Poderíamos ver pegas dos prateados (quem sabe já não sejam laranjados) lado a lado como tantas vezes vimos em 2007.

  8. wilson costa disse:

    olha ele (livio) pode ter errado na dose, mas não no conteúdo.
    Antes do Pt no poder os partidos se revezavam no poder e entravam, saiam se causar grandes danos a política e a sociedade.

    Agora pessoal do PT (e nós brasileiros temos memória curta, além de uma grande massa de gente manipulável) fez e usou esquema de guerrilha para entrar e se perpetuar no poder, o que chamamos de aparelhamento do estado. Tem militante petista em tudo que é canto das autarquias, órgãos públicos, secretarias e assim por diante e quando há um problema, quando uma roupa suja vem em público o problema não são eles, é quem denuncia, é o governo anterior e assim vai.

    Quem vai governar o Brasil? a dilma ou lula de novo? sim porque a dilma não se defende, o presidente pitbull é que vem a publico atacar candidato, nem responder ou dar uma satisfação ele faz. Só sabe atacar. Vemos provas e evidências claras de burrice, corrupção dos militantes petistas e nada de se dar um basta.

    Aqui em Santa Catarina o prefeito de Joinville tentou varias vezes ser prefeito e perdeu algumas eleições. Na ultima se elegeu prefeito. Passados dois anos, de forma contraria aquela lenda grega o rei midas tudo que tocava virava ouro, tudo que ele toca vira problema. Tanto que nas ultimas pesquisas 70% desaprovam seu governo.
    Aqui em Brusque também, os caras trazem militantes petistas tudo que é canto para ocupar cargos aqui e acolá, gente que desconhece as nuances, a política, a cultura da cidade e que trocam as mãos pelos pés causando constrangimento e estrago político ao ignorar pessoas notórias da cidade, gente simples, gente de repercussão nacional.
    Prefeito petista que entrou mostrou toda sua personalidade: rancoroso, mandou e fez toda e qualquer obra que ex-prefeito deixou sem ser concluída ou mudando totalmente as mesmas ou abandonando de vez. Algumas obras até que realmente sem necessidade, mas outras que ajudariam muito a cidade.
    O lema aqui atualmente é: (pt na prefeitura? iPTu nas alturas) após ficar na maior parte sem atualização valores, o iptu foi aumentado 700, 800, 1000% sem dó nem piedade.
    Bem não precisa dizer que proximas eleições o ex-prefeito vai se eleger com facilidade em cima desse revanchismo que o candidato petista demonstrou e que pra prefeito esse mesmo cara não se elege nunca mais.

    Então digo sem medo de errar que o pt foi maior mal já imposto a esse país, fora os coronéis e políticos do nordeste, eh bem verdade.
    O que detesto no PT? é que antes de entrarem no poder tinham uma ideologia, uma postura e sempre promessa de fazer diferente. Mas assim que entram no poder, sem excessão, fazem não igual os governantes anteriores: fazem pior.

    Mas infelizmente é mais facil a economia dos estados unidos crescer novamente como em decadas passadas, é mais fácil a china virar uma potência no mundo e até com democracia, do que passar uns quinhentos anos aqui no Brasil e continuar tudo a mesma coisa.

    O que mais me impressiona eh ver o caso do collor. O cara basicamente foi tirado do poder por pessoas nas ruas, caras pintadas, políticos da época por causa do caso dum fiat elba e o jardim da casa da dinda e hoje em dia vermos escancarado o mensalão, mensalinho e outras barbaridades dos aliados do presidente lula (esse sim o maior nada sei do pedaço, dá um banho no espanhol nesse quesito) rios de dinheiro sendo desviados e não fazemos nada, ficamos assistindo tranquilamente.

    Levamos nossas vidinhas pagando 40/50 % impostos nossos produtos, pagando 60% taxa importação, aceitando má administração e produtos e serviços a cada dia mais mal feitos do que nunca sem nada ser feito (vide reclamação planos saude, operadoras telefonia movel, fixa, etc).

    PT não é partido dos trabalhadores. è PARTIDO DOS TRAÍRAS.
    Olha nossa quase nova presidenta: uma ex-guerrilheira, uma mulher inventada pelo atual presidente que nem se defender de acusações consegue. O padrinho faz isso por ela e quando alguem mostra algo concreto é porque estão indo contra a figura da mulher brasileira, porque tão agitando, porque é discurso de perdedor.

    Perdedor somos todos nós em aceitar partidos, gente que escancara nossos dados confidenciais (sim porque tah mais que comprovado que tem militante petista por detras das açoes dessas pessoas, e depois o lula chama eles de aloprados. Se são aloprados eu defenestrava do meu lado)

    Bem a vida segue, quando é a proxima corrida mesmo:?

    • Vitor, o de Recife disse:

      “Antes do Pt no poder os partidos se revezavam no poder e entravam, saiam se causar grandes danos a política e a sociedade.”

      Mesmo? Que eu me lembre, quem acabou com a alternância de quatro anos, possibilitando este uso descarado da máquina pública para reeleger os que estão no poder, foram os tucanos. Aliás, para passar a emenda que permitia a reeleição, utilizaram um artifício hoje atribuído pela grande imprensa de memória curta como exclusivo dos petistas: o mensalão.

      Sobre sua crítica sobre o loteamento de cargos e sobre a mudança repentina de ideologia do partido, concordo plenamente. O mais tosco no PT é que as diversas facções do partido lutam entre si e da pior forma para o serviço público, literalmente “demarcando território” nos órgãos, autarquias e empresas públicas. Mas o que é mais deprimente é que se formos procurar por uma opção alternativa, são tão ruins quanto. Mensaleiros, aloprados, trambiqueiros? São todos, só mudam as cores.

      Ideologia? O saudoso Cazuza já procurava uma lá nos longevos anos oitenta…

  9. Mari Espada disse:

    Pára tudo!!!!!
    Chegaram os meus ingressos para o GP do Brasil!!!! =D

    Alguém daqui vai??? Podemos marcar um encontro do Ultrapassagem… =)

    E quem não for, se virem na TV uma louca com uma faixa laranja (papaya orange) escrita “Lewis”, pode ter certeza que sou eu!!!! Será que ele me dá um tchauzinho??? =P

    Ai, que ansiedade!!!!

  10. Eduardo De Campos disse:

    Se eu pudesse, iria contigo.
    Mas a faixa que eu carregaria estaria escrito “NICOLE” (Scherzinger, não Rosberg).
    Não pensem bobagens…

  11. Allan Wiese disse:

    O problema do Brasil é cultural. Uma herança de mais de 500 anos. Sempre que formos comparar o Brasil com países coloniadores estaremos em desvantagem. E sempre que formos comparar o Brasil com países que foram colônias de povoamento (EUA, por exemplo) também estaremos em desvantagem. Por sermos uma colônia de exploração, por aqui sempre teve aquele que mandava e todos os outros que obedeciam. Quando aboliram a escravatura deixaram os escravos à mercê de tudo e de todos. Tanto que para eles seria preferível voltar a ser escravo do que ser livre. E nós acabamos herdando isso em muitas coisas e principalmente na política. O PT conseguiu uma popularidade tão grande com Lula por que voltou a facilitar as coisas pr’aqueles que tem pouca instrução. É bem mais fácil ganhar o peixe do que ser ensinado a pescar. Na internet se encontra muitos anti-PT porque quem tem acesso à internet tem um pouco mais de condições e são esses os que mais sofrem e ficam indignados com a facilidade com que as pessoas ganham as coisas de mão beijada. Quem tem que se esforçar por 5 anos em uma faculdade pra melhorar de vida, ou quem arrisca tudo pra abrir um negócio, ou, em resumo, quem faz por merecer aquilo que possui não gosta dessa postura paternalista. Mas como o Brasil é um país de extrema desigualdade, com 5% das pessoas tendo 95% das riquezas, a popularidade de um governo que favorece as massas vai ser sempre maior do que a de um governo que trabalha a favor do desenvolvimento sustentável da nação a partir da inovação (iniciativa privada), por exemplo.
    E todos sabemos. Mudar a cultura não é das tarefas mais fáceis. Tudo tem que começar com a educação. E o resultado disso não se colherá na presente geração, mas daqui a duas gerações. Mas essa não pode ser a desculpa pra deixar as coisas como estão “porque eu não vou aproveitar nada”. Se a mudança cultural não começar agora, ela será retardada por muito tempo e o Brasil sempre vai ser o país do futuro. Pena que de um futuro que nunca chega.

    • Anselmo Coyote disse:

      Alexandre,

      Esse governo, bom ou mal – eu não sei, pois não sou cientista político -, criou quase 300 escolas técnicas federais contra 0 (zero) criadas no governo anterior do professor FHC. E, como vc disse, 5% com todos os bens e 95% f.rrados justifica até certo ponto o paternalismo, pois com fome não se aprende nada. Nem adianta abrir um livro. Nós sabemos disso.

      Os europeus, antes de se instruírem e serem a potência que são, derrubaram todas as suas florestas, destruíram seu meio-ambiente e partiram para saquear e escravizar as terras habitadas por nativos como a África e as Américas. Então, depois de saciadas suas necessidades fisiológicas que puderam se dedicar à cultura.

      Mas o seu comentário está ótimo e eu concordo com ele.

      Abs.

      • Allan Wiese disse:

        Coyote. Eu não vejo o governo do PT como ruim de todo. Tivemos vários problemas, como enfrentamos em todos os governos. Mas tivemos pontos positivos. A tão famosa “marolinha” do Lula foi uma verdade, mesmo que parcial. Se compararmos o que outros países sofreram com a crise de 2008 o Brasil se saiu muito bem. Melhor do que muito país de primeiro mundo.
        Mas a questão cultural que eu citei sempre vai ser um empecilho para mais desenvolvimento. E o que você citou (escolas técnicas federais) mostra que mesmo esse governo paternalista tem consciência de que é preciso educar para que o país se desenvolva.

    • wilson costa disse:

      não muda nem em quinhentos anos não.
      é mais fácil china virar uma potencial mundial a frente dos estados unidos e até virar uma democracia do que nós virarmos gente por aqui.

      • Mari Espada disse:

        Credo Wilson! Como você consegue levar a sua vida com tanto pessimismo?

      • wilson costa disse:

        não eh pessimismo, eh realidade.
        quer ver as realidades que tenho observado nos ultimos tempos.
        tipo: minha esposa ter ha quinze anos fibromialgia, nos ultimos anos isso se intensificar (ela sente dores todos os dias, pois fibromialgia afeta tdo musculo do corpo) dái ano passado correu risco de morte após passar por uma histerectomia mal realizada e onde o médico apesar de ter 30 anos profissão agiu igual um carniceiro. Daí tivemos que correr em clinicas, hospitais (tres diferentes) até que enfim na cidade de Joinville, onde temos nossos parentes ela conseguiu ser atendida por um excelente profissional que esse temos orar a deus agradecendo atendimento dele no caso da minha esposa.
        Ou seja, duas cirurgias enormes que causaram sequela, com ela tendo que atualmente estar em tratamento com neurologista, ortopedista, reumatologista, recebeu 5 meses de auxilio doença e depois cortaram. Já recebeu tres negativas quanto a receber o mesmo, pois continua sem poder trabalhar normalmente. Tivemos que então apelar para advogados (sim, não foi um, mas dois, para poder ajeitar a situação) ela vai passar por um perito do inss a serviço da justiça federal, mas se ele achar que ela não tem nada. Ela apesar de não poder trabalhar, pois sente dores frequentemente, além de tomar remedio para controle pressão, para dormir, pra depressão, remédio pra dor, etc.. não tem direito, ao passo que um cara que trabalha como politico ha uns 15/16 anos na ultima eleição candidato a prefeito, um dia depois que acabou as eleições (um domingo) na segunda feira ele estava no inss requisitando auxilio doença porque estava estressado. E claro que deram: quatro meses.
        Isso é só a ponta do iceberg, claro que muito mais coisa cabeluada tem por aí, então não pessimista, SOU R E A L I S T A.

      • Mari Espada disse:

        Então porque você ainda fica preocupado com política? Faça a sua parte como cidadão e se preocupe com quem você ama!!!
        É o que eu disse lá em cima para o Claudemir… eu acredito em um mundo melhor sim! No meu mundo! Onde quem importa são meus amigos e familiares.
        E se cada pessoa se preocupar em fazer o melhor no seu mundinho particular, vamos automaticamente melhorar o mundão de todos!

        Enfim, só sei que independente do nome, realista ou pessimista, se eu começar a enxergar tudo com a sua perspectiva, vou acabar desistindo da vida!
        Então eu preciso sorrir, espero que você compreenda. =)

  12. Alex-Ctba disse:

    O Lívio foi muito infeliz por adentrar no campo da política, e citando como comparativos sua residência em Nice. Ele deveria continuar o foco em F1, ainda q seus textos oscilem entre bons, alguns excelentes mas na média muito medianos para quem tem acesso aos bastidores.

    O cara tem condições de fazer matérias muito mais inspiradas do q as atuais, se se dedicasse a fazer jornalismo investigativo, entrevistando outras pessoas do staff das equipes que não os medalhões. Garanto q ele conseguiria arrancar pérolas muito boas, mas se acomodou e mantém aquele blog junto com um bando de puxa-sacos q não tem coragem de criticá-lo qdo fala besteiras.

    Algumas vezes q eu resolvi contrariar suas opiniões, um banco de “Livetes” correram para defendê-lo, então desisti de comentar lá, apesar de ler suas matérias com frequencia. Seu Post pós corrida de Monza, foi de uma medícocridade, q me inspirou a começar uma série de posts criticando esses blogs dos portais. O cara com todo acesso q tem, limitou-se a fazer um post louvando o trabalho dos pits da Ferrari, coisa q a gente faz na seção de comentários aqui do Ultrapassagem.

    Em relação a política, depois do q o Allan expôs acima sobre as mazelas de quase quinhentos anos de oligarquia, somadas ao militarismo, as coisas começaram a melhorar em 1993, com FHC como ministro do Itamar, qdo. foi possível começar a colocar a casa em ordem. Lula deu continuidade e após 17 anos de governos um pouco mais sérios temos algum progresso. Ou comprar um carro e uma casa era possível para classes D e E a pouco tempo atrás?

    As pessoas atribuem toda culpa ao presidente, mas se esquecem q o corpo legislativo é quem tem o maior peso no governo de uma nação presidencialista. Se houvesse mais cuidado na hora de votar, teríamos muito menos corrupção, q na minha opinião é um dos principais problemas do país, já q todo dinheiro destinado a saúde, educação, segurança etc, acaba sendo desviado

    Não gostaria de me aprofundar nesse tema, mas o q eu sei é q há exageros para o bem e para o mal em relação ao governo petista. E quando o assunto é política, poucos são capazes de emitir opiniões com equilíbrio, dissociando-as da paixão ou da forma como as mesmas foram formadas ao longo dos anos.

    Mas gente, vamos voltar para F1 vai…

  13. Anselmo Coyote disse:

    Duvido que alguém leia até o final.

    “16/09/2010 – 09:06
    Enviado por: Anselmo Coyote
    Lívio,

    Com todo o respeito. Já tivemos outras discussões. Vc continuou com sua opinião e eu com a minha. Não avançamos a não ser, talvez, pelo fato de vc ter conhecido mais meu ponto de vista e eu o seu.

    Mas, permita-me dizer, este seu texto não está apropriado para os fins a que se propôs. Independentemente de ser ou não verdade o que vc disse.

    A defesa de europeus como exemplo a ser seguido é lamentável, pois a história antiga e presente mostra isso.

    A utilização de nossa ignorância como a orientadora de nossas opiniões sem tentar entendê-la também é lastimável.

    A corrupção aqui é endêmica. Sim. E, se Deus quiser, um dia estaremos livres dela, mas resolvendo nossos problemas a partir de nós mesmos e do nosso modus vivendi e não seguindo fórmulas de outras culturas.

    Como desconsiderar a origem da fortuna que permitiu aos europeus alcançarem o seu atual e inegável status sócio-cultural? Como desconsiderar que embora relacionem entre si, os europeus sempre se relacionaram e se relacionam de forma extremamente truculenta e perversa – bandida mesmo – (de roubar, matar e fomentar a corrupção) em relação ao resto do mundo, em especial ao terceiro mundo?

    Como desconsiderar a forma com que os europeus tratam até mesmo seus “compatriotas” do leste europeu? Por que quando falamos em europa não pensamos automaticamente em República Tcheca, Romênia, Albânia, Polônia, Hungria, Voivodina, Sérvia, Grécia e outros?

    Como não considerar que na década de 90, há pouco mais de 10 anos, a exemplo de Hitler, um aloprado europeu (Slobodan Milosevich) cometeu o segundo maior genocídio do Século XX aí na Sérvia, sob os narizes dos civilizadíssimos europeus, e estes deram as costas dispensando o maior desprezo a milhões de vidas sendo ceifadas?

    Como não considerar que a França, contra todas as manifestações mundiais, fez testes nucleares nas Ilhas Canárias a menos de 10 anos? Disseram que não faria mal algum. Ok. Então porque não fizeram aí mesmo, na França, como prova de que realmente não faria mal? Ora, os outros europeus não aceitaram e foram respeitados. Então façamos em território que não merecem respeito ou não tem como se defender. Ok.

    Esses são pequenos exemplos. Existem muitos outros.

    Por fim, Lívio, o que os europeus tem a reclamar do Brasil? Nada, porque essa corrupção odiosa aqui nos agride e muito, mas não os prejudica. Mas creia, que o mundo inteiro tem e muito a reclamar dos europeus e vc sabe disso. Não existe praticamente nenhum país do mundo que não tenha sido invadido, expoliado, roubado, escravizado, privado de sua cultura e de suas riquezas naturais, de sua dignidade (inclusive com estupros de suas mulheres e filhas). Vc está aí na europa, então experimente conversar com um árabe ou um africano e saber sua opinião dele.

    Lívio,
    Na europa não existem mais florestas. Aqui ainda existe um pouco, mas está sendo degradada de forma avassaladora. Vc sabe quem está fomentando mais esse crime contra a humanidade? Sabe para onde está indo toda a nossa madeira suja de sangue? Eu lhe digo: para a europa.

    As sérias autoridades européias sentam-se em seus gabinetes e bibliotecas e escrevem obras jurídicas de “valor inestimável”, mas não sabem que a madeira das cadeiras e mesas nas quais sentam-se para trabalhar foi criminosamente derrubada aqui, comprada e distribuída por seus compatriotas. Receptação de produto obtido por furto ou roubo não é crime em solo europeu se o produto veio de um país pobre. Esse é só mais um exemplo.

    Eu não posso aplaudir aquele que brande cultura se esta resulta da usurpação de meus bens materiais e imateriais.

    Eu não posso aplaudir o ladrão que se exibe para o mundo, ornamentado com o ouro e as pedras que me roubou as custas do genocídio dos meus antepassados a golpes de machado.

    Eu não posso aplaudir a educação e a cultura do ladrão, obtida com o fruto do que me pertence, muito menos se ele a usa contra mim ao argumento de que não ter cultura foi uma opção minha.

    Sinceramente, Lívio.

    Eu sou um nada ideológica ou filosoficamente. Não votarei em ninguém e estou desde sempre profundamente decepcionado com a política e os políticos brasileiros.

    Mas não sou cético nem niilista. Sempre fui e serei estudioso e meu ideal é não permitir que a superficialidade turve meus olhos e mente. Pretendo preservar o meu senso crítico buscando sempre a origem das coisas, pois nada cai ou caiu do céu. Tudo tem uma razão de ser e é o resultado de um processo. Inclusive a minha ignorância.

    Aos amigos comentaristas brasileiros, independentemente de concordarem ou não com o meu extenso comentário, eu apenas digo: estudem, sejam disciplinados, não esperem nada de ninguém, sejam solidários, instruam-se, não se furtem a dar suas opiniões se elas forem necessárias, não ofendam e nem permitam que os ofendam. Não deixem de dar sua contribuição para que as coisas melhorem. Mas, sobretudo, procurem ser felizes – a vida é curta e reformar o mundo não é tarefa para uma geração.

    Grande abraço e felicidades aí na europa.”

  14. o Coyote disse tudo. Parabéns.

    Bom seria se o Livio realmente lesse isso.

  15. Willian disse:

    Bem, eu acredito que o Lívio errou ao fugir tanto do foco proposto. Como acadêmico de Jornalismo, posso dizer que ele pecou como JORNALISTA.

    Sobre a temática proposta pelo Claudemir, sinceramente, não gosto de comparações entre governos. Seria como comparar um iPhone 4 com o velho PALM. São outras gerações, muita coisa mudou.

    Vejo tudo como um processo de construção. FHC teve uma boa política econômica, seguida por Lula e que possibilitou os avanços conquistados pelo petista. Pessoalmente, acredito que ainda falta muito para resolver o principal mal da sociedade: a educação. Embora confie na minha candidata (Marina Silva), não tenho a ilusão de que ela, caso tivesse chance de ser eleita, resolveria todos os problemas. Como bem disse o Alex, o sucesso de um governo depende muito do Congresso.

    Abraços

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s