Fórmula 1 a toda velocidade…

Publicado: 12/01/2011 por Mari Espada em Formula1
Tags:, ,

Comparado com os carros de passeio e esportivos, os monopostos da Fórmula 1 parecem foguetes dançando pela Eau Rouge, em Spa-Francorchamps. Assista e compare os dois vídeos, e diga-me se foi capaz segui-los com os olhos…

Anúncios
comentários
  1. Daniel Lima disse:

    Olá Mari!!
    Peço sua licença pra postar essa noticia aqui..http://esporte.uol.com.br/f1/ultimas-noticias/2011/01//12/chefe-da-ferrari-diz-que-massa-esta-fortalecido-e-pode-superar-alonso.jhtm

    Eu acredito e vcs?E vc SR Wilson acredita hehehe….em 2008 ninguém acreditava e ele colocou o SR Gelado no bolso.

  2. Will disse:

    E quem acredita em Papai Noel?

  3. Allan Wiese disse:

    Que diferença desumana!

    Eu estava vendo um vídeo onde Richar Hammond pilota o R25 por duas voltas e fala da força brutal de F1. Dá pra perceber isso quando ele começa a berrar enquanto o carro ganha velocidade. Isso ele já repara no carro da Fórmula Renault. Imagina então com o F1.
    Ele mesmo fala que o Bugatti Veyron, carro mais rápido que ele já tinha dirigido, não é nada comparável ao F1.

    Por isso que esses caras são admiráveis. Eles fazem isso como se estivessem andando de carro de passeio a 80km/h.

    • Will disse:

      Allan, outro dia fui andar de Kart num kartódromo de uma cidade aqui do interior do Maranhão.

      Cara…

      Tudo doía no dia seguinte e olha que esse esforço todo para tentar seguir um traçado – não era para fazer tempo nem nada…

      Eu não imagino como deve ser impressionante dirigir um F-1.

      • Anselmo Coyote disse:

        Will,
        Uai… andar de kart, pelo tamanho, logicamente é muito mais penoso mesmo. Ainda mais com aquelas rodinhas de geladeira, sem suspensão e sentado naquele banquinho. Só pode ser mesmo um porrete.

        Mari,
        Com certeza um F1 é muito mais emocionante. Quanto a aguentar o tranco.. bom, cada um é cada um. Os caras (pilotos de F1) pilotam desde os 5 ou 6 anos de idade e ficam se valorizando, fazendo drama. Eu não entro muito nessa onda não, viu. Durante um bom tempo o Nelsão Piquet jogava tênis e fazia outras coisas (algumas indizíveis e outras também) a semana inteira e pilotava no final de semana e ganhava corridas e ainda falava isso – tá cheio de vídeo na internet – é só conferir.

        Se fosse hoje, tempo do politicamente correto, da geração saúde, do marketing ele só correria se fosse piloto pagante… e, por via das dúvidas, amordaçado, para não por em risco a “imagem” dos patrocinadores e da categoria.

        Sinceramente.

        Abs.

      • Mari Espada disse:

        Will, realmente kart deixa a gente moído.
        Meia horinha naquela luta para segurar o bichinho na pista, e pronto, parece que fomos atropelados por um bonde!
        Mas vale a pena, não?

        Coyote, não subestime o tranco dos grandões… claro que domar os pequenos karts dá trabalho, tem menos grip, sem suspensão, tudo de ruim!
        Mas a medida que os carros crescem também crescem as dificuldades, como a velocidade, a força G, essas coisas que aumentam o impacto sobre o corpo do piloto.
        Portanto pequenos e grandes carros dão trabalho de forma diferentes, mas ambos devem dar uma canseira louca!

        Por isso para mim os pilotos de F1 continuam sendo super-heróis!!!

        Beijos!

  4. Vitor, o de Recife disse:

    Muito bom esses vídeos!

  5. Allan Wiese disse:

    Mari!

    Não pode ser coincidência: um cara editou seus vídeos, um em cima do outro, pra fazer a comparação.

    http://www.jalopnik.com.br/conteudo/video-formula-1-vs-fia-gt3-na-eau-rouge

    É o ultrapassagem fazendo escola!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s