McLaren: Flechada certeira

Publicado: 24/01/2011 por Mari Espada em Artigos, Formula1
Tags:, , ,

Ano novo, tudo novo! A necessidade de reinventar-se a cada temporada é algo inerente à Fórmula 1 e as equipes precisam estar bem capacitadas para renascerem com sucesso.

E para 2011 são diversos desafios a serem vencidos: novas regras, novo fornecedor de pneus e, até mesmo, um novo circuito no calendário.

Por isso, desde que voltaram de Abu Dhabi em novembro, todos em Woking estão focados no desenvolvimento do MP4-26, a flecha prateada da McLaren para a temporada de 2011.

“Não importa como você está ocupado durante o inverno, terminando o novo carro. Sem o grito dos motores nos sentimos como se estivéssemos parados.”

E para que todo esse trabalho de pesquisa e planejamento seja certeiro, Martin Whitmarsh decidiu ficar trancafiado por mais tempo na “sala de vidros jateados” no MTC (McLaren Technology Centre) e adiar um pouco o lançamento do novo carro, sendo que este ocorrerá em 04 de fevereiro, em Berlim.

“O MP4-26 está sendo desenvolvido dentro dos prazos e será lançado a 4 de fevereiro, após o qual será submetido ao habitual processo de testes. Acreditamos que esta agenda será a melhor no que diz respeito à capacidade de fornecer ao Jenson Button e ao Lewis Hamilton o melhor conjunto possível para a primeira corrida, no Bahrein. E isso será apenas o início do rigoroso e progressivo processo de desenvolvimento que irá continuar até ao GP do Brasil”, afirmou Whitmarsh ao site oficial da Fórmula 1.

Vídeo do lançamento da última flechada certeira que levou Lewis Hamilton aos título de 2008, o MP4-23 no Museu da Mercedes-Benz em Stuttgart:

Mas, apesar do lançamento tardio, o silêncio das pistas está prestes a ser quebrado pelo velho conhecido MP4-25.

Os primeiros testes da McLaren ocorrerão com o carro de 2010 com a intenção de reduzir as incógnitas, inserindo apenas um item desconhecido: os novos pneus Pirelli.

“Sempre esteve nos nossos planos lançá-lo após o primeiro teste”, disse o diretor de engenharia da McLaren, Paddy Lowe, numa teleconferência com jornalistas na quinta-feira.

“Uma das razões foi que queríamos usar o primeiro teste para trabalhar com uma plataforma estável e conhecida enquanto entendemos os novos pneus. Isso também nos dá um pouco mais de tempo na programação para o novo carro.”

“Então sempre esteve planejado desse jeito. É só um plano ao qual chegamos, e que consideramos ótimo na preparação geral para as corridas.”

Então, munidos do conhecimento adquirido com o MP4-25 em Valência, e após o lançamento do MP4-26 em 4 de fevereiro, a equipe inglesa começará a testar o novo carro em Jerez, seguindo este programa de testes:

VALÊNCIA (teste de pneus utilizando chassis MP4-25)

01 de fevereiro: Gary Paffett

02 de fevereiro: Lewis Hamilton

03 de fevereiro: Jenson Button

JEREZ (primeiro agendado para executar MP4-26)

10 de fevereiro: Lewis Hamilton

11 de fevereiro: Jenson Button

12 de fevereiro: Lewis Hamilton

13 de fevereiro: Jenson Button

BARCELONA

18 e 19 de fevereiro: Jenson Button

20 e 21 de fevereiro:Lewis Hamilton

BAHREIN

03 de março: Jenson Button

04 de março: Lewis Hamilton

05 de março: Jenson Button

06 de março: Lewis Hamilton

Seguindo esse planejamento, o lançamento tardio parece ser uma sábia e controlada decisão. Porém ao lembrar que ela foi tomada por um homem que está na equipe desde 1989, e que assumiu a posição de chefe no fatídico ano de 2009, a insegurança toma conta de Woking.

Pois há 2 anos, perante outra mudança brusca de regulamento, a McLaren produziu um carro pouco competitivo, que garantiu apenas duas vitórias no final da temporada mas, ainda assim, um terceiro lugar no WCC, sendo que foi a equipe que angariou mais pontos na segunda metade da temporada, mostrando um início ruim compensado por uma boa evolução.

Porém um carro vencedor precisa ser competitivo desde o início, e continuar evoluindo a medida que o campeonato avança e as equipes desenvolvem as suas versões das brilhantes ideias dos seus adversários.

Então, pensando nas realizações de Martin Whitmarsh, se unir o início de 2010 com o término de 2009, teremos um 2011 perfeito!

O objetivo para 2011 é claro, segundo Martin Whitmarsh. “A nossa missão é vencer, mas vencer cinco grandes prêmios e ficar em segundo no campeonato de construtores não é suficiente para nós. Este ano queremos fazer melhor. Como sempre, é impossível fazer grandes previsões, mas pensamos que estamos num bom caminho para sermos competitivos. Dito isto, nunca subestimamos os nossos adversários e acreditamos que eles estão trabalhando tão arduamente como nós”, completou.

Tendo sido a McLaren pioneira na introdução do conceito F-Duct em 2010, as expectativas aumentam sobre as possíveis inovações da equipe inglesa para 2011, que já anunciaram estar confiantes com sua asa traseira móvel.

“Existem novos regulamentos para 2011 – e o MP4-26 não só vai aderir a essas regras como também irá trazer novos elementos de design em resposta a esses novos regulamentos. Sim, existirão algumas novidades, mas como poderão imaginar não posso fornecer mais detalhes sobre isso neste momento”, admite Martin Whitmarsh.

E as expectativas permanecem as mesmas para 2013, quando as mudanças no regulamento serão ainda maiores.

“A McLaren está a favor dos motores 1.6 turbo de quatro cilindros, como delineado recentemente pela FIA. Serão tão potentes como os atuais 2.4 V8 e serão consideravelmente mais interessantes e valiosos para o mercado automóvel em termos da oferta de oportunidades para otimizar a eficiência de combustível e performance”, diz Martin Whitmarsh.

Contudo, são os grandes problemas que promovem as grandes soluções.

Por isso, como torcedora, eu continuo confiante no trabalho dessa equipe que carrega o sobrenome do Sr. Bruce, para a produção de mais uma certeira flecha prateada, que será lançada no Bahrein e subirá em uma curva ascendente para atingir seu alvo no Brasil.

Anúncios
comentários
  1. Marcelo (Cascavel) disse:

    Quanto maior a expectativa maior a decepção

    hehe

    • Mari Espada disse:

      Quanto melhor a equipe, maiores são as expectativas e cobranças sobre ela!
      Portanto se você mantém suas esperanças em baixa… deve haver algo de errado com a equipe para qual você torce, hein… =P
      Hehehe, brincadeiras à parte…

      De fato a McLaren foi uma equipe que trouxe grandes inovações nos últimos 5 anos: o f-duct, a asa ponte, o kers próprio, a centralina padrão… ela só tem perdido o timing porque a Red Bull tem reagido mais rápido nos últimos 2 anos.
      Em contrapartida: e a sua Ferrari, trouxe qual inovação nessas últimas temporadas? Acho que está na hora deles darem esperanças aos seus fãs… não acha? =)

      Beijos!!!

      • Marcelo (Cascavel) disse:

        muitas inovações concordo, e quais títulos?

        não estou defendendo a Ferrari nem criticando a McLaren o que quero dizer é que vamos esperar os carros irem para a pista.

        Mas como somos todos torcedores essa é a hora de dar os pitacos né….

      • Claudio Cardoso disse:

        Mari ->

        “Quanto melhor a equipe, maiores são as expectativas e cobranças sobre ela!”

        Se for assim, a Ferrari começa o Ano campea todo inicio de ano.
        :-)

      • Mari Espada disse:

        Sinceramente, eu adoro esses ferraristas…
        Eles animam o meu dia com as nossas discussões passionais! =P

        Beijos!!!

    • Will disse:

      Mari,

      A grande inovação da Ferrari em 2010 foi o processo de pasteurização do jogo de equipe ‘Alonso is faster than you’.

  2. Will disse:

    A McLaren tem uma aura do que eu considero a mais pura F-1: R & D.

    Parece que a qualquer lançamento vai vir uma coisa completamente diferente, algo do MP4/4 que ainda assombra adversários…

    Estou esperando um ano bom, como têm sido os últimos.

  3. A McLaren tende a trabalhar muito nos testes e sempre traz algumas soluções diferenciadas para a categoria, vamos ver se com esse novo regulamento eles conseguem fazer um grande carro.

    Porque tomando sempre como base o campeonato de 2009 que é o melhor paramêtro para as novas regras, eles fizeram um carro pífio, mas que foi bem desenvolvido com o andar da temporada, chegando a ganhar duas corridas.

    Então na base do imaginometro.

    Acho que junto com Red Bull e Ferrari, eles devem brigar por vitórias nessa temporada, mas tudo se baseia no achismo, já que até uma Sauber (para você Coyote) pode ser a grande surpresa temporada por se acertar de cara com os pneus Pirelli.

    É esperar, semana que vem nessa hora estaremos falando dos lançamentos e dos carros já rodando na pista de Valencia.

    • Vitor, o de Recife disse:

      Claudemir, tem um porém no desempenho pífio da McLaren e Ferrari n campeonato de 2009: as duas equipes disputaram acirradamente o campeonato de 2008, o que atrasou o projeto do ano seguinte. Enquanto isso, a Honda (futura Brawn), sofrendo com mais um eco-fiasco, começava bem cedo o projeto vencedor de 2009, em dois túneis de vento; na Red Bull, então uma equipe ainda sem vitorias, Adrian Newey tocava tranquilamente suas idéias. A BMW abandonou o bom trabalho de 2008 para se focar, sem sucesso, no esperdo carro da temporada vindoura. Só McLaren e Ferrari continuaram despendend tempo e dinheiro em 2008.

      Agora uma coisa é certa: a reação da McLaren em 2009 fooi bem mais rápida que a da Ferrari. Os italianos tendem a bater cabeça quando as coisas não vão bem. Típico sinal de fala de comando.

      • Mari Espada disse:

        Bem observado, Vitor… não podemos analisar os fatos isolados.
        2009 começou devagar pra McLaren e Ferrari porque travaram uma briga feia até o última curva de 2008.

        Mas se a mesma regra aplicar-se para 2011, então teremos uma Red Bull fraca, não? Isso seria de fato surpreendente!

        Beijos!

      • Fernando M. disse:

        Vitor, eu concordo com você em partes… Embora a concentração deles estivesse totalmente no campeonato de 2008 é praticamente inconcebível que equipes do tamanho de McLaren e Ferrari fizessem carros tão aquém do esperado. De qualquer forma, para esse ano de 2011, os dados obtidos na duas últimas temporadas ajudarão a entender muito melhor o design necessário para competir em alto nível.

        Minha torcida é por uma McLaren voadora e destruidora, sem dar chances para os outros. Mas em questão de emoção eu gostaria de ver quatro ou cinco equipes fortes de verdade, lutando corrida a corrida por vitórias e o título!

      • Vitor, o de Recife disse:

        Fernando,

        Torna-se compreensível quando lembramos que as mudança de regulamento foram muito drásticas. Quem procurou planejar antes, se deu bem – exceção (na F1 sempre tem uma) foi a BMW.

    • Mari Espada disse:

      É como eu citei no texto, Boss…
      “se unir o início de 2010 com o término de 2009, teremos um 2011 perfeito!”

      Pois o início inovador de 2010 (com a surpresa do f-duct) somada ao desenvolvimento de 2009 (que levou equipe aos 3º lugar no WCC, mesmo tendo ganho apenas 2 corridas) seria o cenário ideal para uma temporada vencedora.
      Com isso torço para que o Whitmarsh tenha aprendido com as experiências dos últimos anos…

      Mas não tem jeito, temos que aguardar os primeiros roncos dos motores, para começarmos a opinar com mais fundamento… pois surpresas virão, certamente… e, na realidade, elas são sempre bem vindas!

      Beijos!

    • Claudio Cardoso disse:

      Po Claudemir.

      fez o carro Pifio e desenvolveu durante a temporada, e chegou a ganhar 2 corridas.

      Isso a Ferrari tb faz, e vc detonou no outro post.

      • A Ferrari ganhou uma corrida em Spa, justamente por causa da sua maior deficiência em 2009; falta de downforce.

        Ou será que você não se lembra da suadeira que o Kimi levou de uma Force India?

        O carro foi ruim por completo e não conseguiram arrumar…

  4. Mistério tem! Vamnos ver se vai dar resultado!

  5. Mistério tem! Vamos ver se vai funcionar!

  6. Fernando Kesnault disse:

    Apesar de toda estrutura exisstente, a McLaaren perdeu um tanto de sua força e competitividade com a saída da Mercedes Benz.
    Acredito que a longo tempo se não se coadunar com alguma montadora o seu nivel de padrão que atualmente é de excelencia irá abaixar ficando sem ser negativista, um efeito orloff da Williams : “eu sou vc. amanha”.

    • Will disse:

      Tomara que não…

      Eu acredito que o projeto 12C tenha potencial para trazer know-how à McLaren no sentido dela passar a ser uma equipe de F1 completa (à semelhança de Ferrari e Mercedes).

      Mas essa visão é parcial e claramente de um torcedor de Woking.

  7. Allan Wiese disse:

    A única certeza é que o 26 vai ser um carro bonito!

    Depois disso, podemos especular à vontade. Mas eu creio que Woking trará um bom pacote para 2011, permitindo aos seus dois pilotos estarem na briga pelo título.

  8. Claudio Cardoso disse:

    “Uma das razões foi que queríamos usar o primeiro teste para trabalhar com uma plataforma estável e conhecida enquanto entendemos os novos pneus. Isso também nos dá um pouco mais de tempo na programação para o novo carro.”

    Essa ai é uma desculpa sem o menor dos fundamentos tecnicos. O que adianta entender o comportamento dos pneus em outra plataforma. Nao adianta de nada.

    E outra coisa eles vao entender o comportado do pneu na outra plataforma, e se por acaso descobrir que é completamente diferente do que foi imaginado, vao fazer outro carro em 1 mes ?

    • Will disse:

      Se isso que você diz fosse verdade, de que valeram os testes em Abu Dabhi?

      Eu acredito que como os compostos mudaram (do final da temporada para cá) acaba sendo interessante analisá-los com o MP4-25 e ter como comparar com os Bridgestone (padrão de desgaste e aquecimento, por exemplo).

      E acho que os ajustes que serão feitos a partir daí, podem ser feitos em um curto espaço de tempo sim.

      Uma parte do que disse é torcida pura…

      • Claudio Cardoso disse:

        Will ->

        Will ->
        “Se isso que você diz fosse verdade, de que valeram os testes em Abu Dabhi?”

        Os testes la, foram justamente em cima da construçao do pneu. Na grande realidade o teste foi mais para a Pirelli que para as equipes em si. As equipes opinaram no que modificar do pneu, e esse FeedBack foi levado em consideração.

        “Eu acredito que como os compostos mudaram (do final da temporada para cá) acaba sendo interessante analisá-los com o MP4-25 e ter como comparar com os Bridgestone (padrão de desgaste e aquecimento, por exemplo).”

        Vamos la, O que adianta comparar com os Bridgestone ? Nao faz a menor diferença se ele vai esquentar mais rapido ou menos, afinal vao ter usar mesmo o Pirelli. O que vale é saber na nova “plataforma”(chassis) se o pneu esta esquentando demais ou nao.

        Vamos fazer um recordar é viver ?

        Alguem por acaso lembra de uma Mclaren no inicio do ano passado testando com o Aerofolio do ano anterior para coletar dados e bla bla bla, lembram do resultado ?

        Quem nao lembra, eu digo. Um carro com serisssimos problemas de aerodinamica na traseira. Lembram da “Meleca Verde ” ?

        Grande Will, eu te faço a pergunta final, como voce disse que grande parte é de torcedor.

        Será que somente a Mclaren tem gente inteligente ? será que eles sao tao mais genios que as outras grandes equipes ?

        Devem ser, afinal de contas é a unica das grandes que ta falando de levar o carro velho pra la. Ou eles sao muiiito mais inteligentes(tambem pode ser que os outros sao burros), ou isso esta escondendo um atraso de projeto.

      • Mari Espada disse:

        Claudio,

        Quando se trata de pneus novos é muito importante entender seu aquecimento e degradação. E como você mesmo disse, os testes em Abu Dhabi foram para a construção do pneu e opinião das equipes, o que significa que muita coisa mudou do ano passado até hoje!

        Portanto nunca é demais testar os compostos pós-Abu Dhabi e analisar como ele se comporta em uma plataforma conhecida, no caso o MP4-25. E para mim essa solução faz muito sentido sim, pois analisando uma única variável de cada vez, pode-se entender sua complexidade, e tentar minimizar os problemas então conhecidos na nova plataforma, o MP4-26.

        Mas isso não quer dizer que a McLaren irá reconstruir o carro em 1 mês dependendo dos resultados em Valência, apenas quer dizer que eles saberão os ajustes que podem ser feitos na aerodinâmica para amenizar os impactos negativos aos novos pneus.

        Então, sinceramente, eu acredito no cronograma de desenvolvimento do novo carro da McLaren. O que não quer dizer que as outras equipes, que estarão lançando seus carros antes de Valência, estejam erradas. Afinal cada equipe possui sua forma de trabalhar, e ambas podem chegar à um resultado positivo percorrendo caminhos distintos… assim é a vida!

        Beijos!

      • Will disse:

        “Será que somente a Mclaren tem gente inteligente ? será que eles sao tao mais genios que as outras grandes equipes?”

        resposta de torcedor: Não, afinal outras equipes, recentemente contrataram alguns talentos formados em Woking…rs

        Cláudio, respondendo seriamente a pergunta, eu não acredito em atrasos – acho que a McLaren não quer mostrar suas inovações antes do necessário…

      • Claudio Cardoso disse:

        Oi Mari e Will ->

        Vou ser chato novamente.

        afirmando com todas as letras, que nao faz sentido saber a diferença de um pneu para outro a essa altura. Faz sentido procurar ter todas essas informações quando nao se tem um carro pronto para testar, AI SIm.

        Como disse acima, nao importa se o Pirelli esquenta mais ou menos, eles vao ter de usar esse. Vao dizer que eles sabendo a diferença de um pneu para outro vao acertar esse carro. Ok isso seria valido, se a base de comparacao fosse parecida.

        Nao pode existir comparacao de uma Banana com uma Pera

        vejamos:

        Nao teremos Difusores duplos. Logo independente de qualquer coisa o aquecimento dos pneus traseiros serão completamente diferentes do ano passado.

        EBD -> vai mudar a traçao e estabilidade nas curvas de media para altas, e obviamente que isso vai intereferir no consumo de pneus. Entao é totalmente sem sentido vc comparar um pneu com outro em outro carro ainda.

        Duto Frontal proibido, mais uma coisa que muda novamente todas as variaveis de acerto de angulaçao das asas.

        Quanto a nao mostrar as novidades, nenhuma das equipes na pre temporada tem tudo que será usado na 1a corrida, ate porque ali que começam a modificar o projeto.

        Agora vamos usar a razao. SE alguem tiver algo para esconder a logica diz REDBULL e nao a Mclaren ne gente ? e eles vao estar de carro novo tambem.

      • Will disse:

        Claudio, rsrsrsrs

        Acho que quem espera não perde…rsrsrs

      • djow disse:

        ———-

        Agora vamos usar a razao. SE alguem tiver algo para esconder a logica diz REDBULL e nao a Mclaren ne gente ? e eles vao estar de carro novo tambem.

        ———-

        Não consegui enxergar onde é que está a lógica. A não ser que, na sua lógica, apenas a equipe que foi campeã no ano anterior pode ter alguma idéia inovadora. Se for isso, eu discordo. Uma idéia não é reflexo de um título de construtores ou de pilotos. Uma nova idéia é fruto do conhecimento, da análise, do estudo.

    • djow disse:

      Não adianta para você, para mim, para nós pobres mortais. Mas a partir do momento que você se lembrar que lá estarão alguns dos maiores engenheiros do automobilismo mundial, aí a coisa muda de fugura. Afinal de contas, eles são extremamente bem pagos justamente para saber fazer projeções. Não é porque você não faz a menor idéia de uma coisa que essa coisa não possa ser feita. Nivelar o seu conhecimento (que por maior que seja) não serveria nem ao menos para um estágio numa equipe de engenheiros da F1), com o conhecimento e a capacidade de avaliação e entendimento de um engenheiro da Mclaren, é como chamar os caras que lá estarão de completamente ignorante. E nós sabemos que de ignorância, no assunto em que eles trabalham, eles não tem nada. Pode ser bom pra Mclaren. Pode ser ruim para a Mclaren. Não sabemos. Mas a única certeza absoluta que se pode ter disso é que eles sabem o que estão fazendo muito mais do que nós, simples fãs.

      • Claudio Cardoso disse:

        DjoW ->

        Nao estou chamando ninguem na Mclaren de ignorante.

        Se vc nao percebeu, no 1o post eu coloquei que isso é uma desculpa que a Mclaren esta dando para nao dizer. O PROJETO ESTA ATRASADO.

        é simples.

        Quanto ao que eles sabem o que estao fazendo, nao foi o que pareceu no inicio do ano passado nao, nao lembra que estavam completamente perdidos ? tomando mais de 1,5 e meio.

  9. Ron Groo disse:

    Não tem sido tão certeira assim nos últimos anos, porém, é sempre ruim duvidar da capacidade da maclata.

  10. Marcelo Brum disse:

    Olá, Mari.

    Apenas passei para cumprimentá-la pelo trabalho. Realmente é difícil saber que McLaren teremos este ano: decepcionante, competitiva ou arrasadora e disposta a retomar a hegemonia. O certo é que do pessoal de Woking nunca podemos duvidar.

    A chave mais uma vez estará no regumento.

    Abçs!

  11. Leandro Magno disse:

    Se lembram de quando criaram o “focinho de tubarão” e isso revolucionou a F1? A McLaren vem com uma inovação daquele naipe. Aguardem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s