2011: Revanche do Heptacampeão?

Publicado: 29/01/2011 por Will em Formula1
Tags:, ,

Falar de Michael Schumacher é despertar paixão e ódio no público da F1. É esse o estigma que marca os grandes campeões de ontem, de hoje e, principalmente os de sempre: Ayrton Senna, Nelson Piquet, Alain Prost, Michael Schumacher (e eu, humildemente, acrescentaria Fernando Alonso) são exemplos de nomes que geram turbulência ao serem pronunciados.

Mas no caso do alemão, as coisas chegaram a um patamar absurdo. Graças aos seus 7 títulos mundiais e, claro, graças a sua decisão de voltar ao circo.

Vamos precisar separar os contendores, para tentarmos colocar na balança o que envolve a dupla do MGP W02.

Uma promessa com DNA campeão?

Alguns colocam em Nico Erik Rosberg a eterna etiqueta de ‘promessa’, mas o 1º campeão da GP2 Series tem 25 anos e está na F1 desde 2006, ou seja, esta será sua 6ª temporada.

Nesses 5 anos, o máximo que ele alcançou foram 2 fastest laps (é o piloto mais jovem a fazer a volta mais rápida em um GP) e 5 pódios. Muito, muito pouco.

O que Nico tem para suplantar seu ‘team-mate’ novamente? Juventude e tudo o que ela traz para um piloto de F1 (força, reflexos, resistência…).

Schumacher ainda tem dentes?

O ceticismo que invadiu o circo da F1 quando foi anunciada a volta do heptacampeão, só é comparável à gigantesca decepção com os resultados alcançados na temporada passada.

Afinal, 7 títulos mundiais de volta…era demais para ser verdade! Para complicar, Michael afirmou que estava voltando para brigar pelo 8º título.

No final das contas, ninguém conseguiu elaborar uma teoria convincente para os resultados de Schumacher. O MGP W01 pagou a maioria das contas, afinal era um carro que não se adequava ao estilo do alemão. Mesmo com a intervenção do time de engenharia, que alterou o chassis do bólido na versão 2, os resultados na segunda metade da temporada não vieram. Recentemente até explicações médicas foram dadas no afã de minimizar 2010 e – mais provavelmente – aumentar a expectativa do público alemão para 2011.

O que 2011 reserva ao grande campeão, o que pode fazer com que ele supere Nico Rosberg? Uma grande mudança no regulamento e, principalmente, os pneus Pirelli – que podem embaralhar as forças e fazer com que sua categoria faça a diferença.

O que eu espero?

Não há grau para comparação de cartel entre estes dois adversários. Ao separar o que cerca as carreiras de Schumacher e Rosberg, fica ainda mais clara a discrepância.

Entretanto, eu acho que o elevado nível de exigência física da F1 atual e a redução da quilometragem em pista (e aumento de testes em simuladores) favorece muito Rosberg nessa disputa.

Como já disse em outras oportunidades, minha expectativa é que o Rosberg mantenha a superioridade sobre seu companheiro de equipe.

comentários
  1. Anselmo Coyote disse:

    Will,

    O Rosberg é um piloto bom, não resta dúvida. Mas, é preciso de muito mais do que isso para ser campeão se não se tem o melhor carro do grid. Falo de uma vontade ferrenha que habita o sujeito 24 horas por dia. Falo de algo muito profundo, de uma intimidade que as palavras não ousam exprimír, o que justifica um quase silêncio de quem a tem.

    Essa vontade o velho Lobo tem de sobra. E não é somente pelos títulos que ganhou. É muito mais pelo tempo que ele passou apanhando na Ferrari, pelo título perdido ao bater no Hill, e pelo caminho percorrido até ganhar a primeira pela equipe que acreditou nele.

    Aos olhos de todos ele estava apanhando e estava mesmo. Mas aos dele, não. Como um artesão ele avançava um passo por dia e sem se desviar do objetivo confiava que seguia o caminho exato.

    Eu sou Schumacher até os ossos e sei que ele pode não corresponder ao que eu espero, mas é temerário negligenciar uma personalidade tão tenaz. Eu continuo, tanto com a paixão de torcedor, quanto com a frieza de analista, a apostar minhas fichas no alemão. Ele disse que o contrato é de 03 anos e que o objetivo é ser campeão. Sei do que ele é capaz e sei que se não der não terá sido por covardia, preguiça ou falta de vontade.

    Um ano já se foi. Faltam 02. Se ele não está com pressa, eu também não estou.

    Gostei do post. Opinião clara e fundamentada.

    Abs.

    • Vitor, o de Recife disse:

      Mas resta uma dúvida para o retorno do Schumacher como vencedor: ele está fisicamente apto? Aquelas notícias sobre a suposta cinetose deixou uma pulga atrás da orelha…

      Abraços.

    • Bela declaração de torcedor do “velho” Schumacher, Coyote.

      Acrescento um pouco mais…

      Eu detestava ele nos anos 90, mais pelo mau-caratismo apresentado em 94 quando ganhou o título de pilotos. Mas me rendi a sua excelência quando ele ganhou a 41º corrida e se igualou ao Senna e chorou sentidamente. Alí pude ver que ele não era um mau carater, mas sim um cara com gana de vencer, de ser campeão.

      E com os relatos que se lia na época, em que o staff da Ferrari tinha uma adimiração enorme pelo homem Michael Schumacher, isso me fez imaginar que o cara era mesmo um vencedor, que errou a certa altura, mas era um batalhador.

      Por essa razão comecei a torcer pra ele, torci como um louco em 2006 para que se aposentasse em grande estilo, e fiquei com mais raiva ainda da Ferrari e seus comandantes por descartar um heptacampeão para contratar o primoroso Kimi, sabidamente ele se retirou e deixou a vaga para o Massa, que hoje não faz jús a ajuda do amigo, faz é sujar a imagem própria.

    • Will disse:

      Obrigado Coyote.

      Eu aprendi a tentar não subestimar o ‘velho’ alemão. Aqui em casa, 1 irmão sempre foi Senna e o outro, Piquet. Após a Tamburello, o que era Senna virou ‘órfão’ (viúva?) e o outro Schumacher até o fim.

      Quando Schumacher aposentou, meu irmão deixou de assistir F1 e eu (secretamente vibrei), afinal iria poder voltar a ter esperanças de ganhar um WDC em anos…

      Schumacher é uma sombra no meu passado de torcedor da F1…

  2. Anselmo Coyote disse:

    Vitor,
    Realmente, nunca vamos saber.
    Abs.

    • Vou quantificar isso:

      Para mim 20% foi culpa da lesão sofrida no pescoço, 30% por ficar 3 anos fora do mundial e os 50% por razão do carro ruim e saindo de frente.

      Assim sendo, culpa a meio a meio.

      • Vitor, o de Recife disse:

        Bem, como o Coyote disse, nunca vamos saber. Mas com testes tão restritos, uma inadaptação aos simuladores influenciaria muito no desempenho em pista.

        E não cosigo crer que o fato de não ter carro adaptado ao seu estilo influenciaria tanto no desempenho de um piloto do calibre de Schumacher. Com certeza não fizeram aquela Jordan ao seu molde…

      • Belíssima Jordan 7up, mas eram outros tempos Vitor, era o tempo em que o braço contava mais, os motores V10 empurravam muito forte e o controle do piloto era muito mais exigido.

        Hoje os carros tem controle de tudo e mais um pouco, duram uma vida e mais 3 meses e o piloto é apenas o condutor do veículo.

        Por esse motivo não coloco alguns pilotos no clube dos grandes, porque sem carro vimos que muito enumerados destes que estão no grid não fazem nada, como Kubica, bom piloto, ok, mas não fora de série como vemos muitos por aí dizer. Nem mesmo Alonso pode entrar nesse clube, precisa remar um pouco mais.

        Por isso culpo carro e Schumacher por aquele desempenho pífio. Sem carro ele não iria muito longe e apanhar do rápido e constante Rosberg era uma das consequencias do 50% que a ele atribuí. Os outros 50% fizeram o Roberg ser apenas um piloto médio e a equipe 4º no mundial de construtores, mas se o carro fosse um foguete Rosberg poderia ter lutado pelo título.

      • Anselmo Coyote disse:

        Vitor,

        Eu não sei qual é a do Queixada, mas o Kimi era avesso asimuladores. Dizia que gostava era de pista e simuladores não eram sua praia. Por isso nunca brincava com eles. De repente…

        Abs.

      • Vitor, o de Recife disse:

        Coyote, interessante esa sua relação com o Iceman, porque o desempenho dele foi caindo com o passar dos anos. Coincidentemente, os treinos foram ficando cada vez mais restritos…

        Estaria aí a causa do “desencanto” do finlandês com a categoria?

        Apenas um palpite…

      • Anselmo Coyote disse:

        Vitor,

        É inútil tentar entender o iceman. Eu admiro muito a personalidade dele e gostava da tocada. Nunca vi outro igual ou parecido. É só.

        Abs.

      • Will disse:

        Raikonnen! Esse era piloto!!! Como um cara desses não correu nos anos 80 e 90? Nasceu na época errada e andou num McLaren que quebrava com o vento…

  3. djow disse:

    O Rossa Brawn declarou que o Schumacher sempre teve problemas com o simulador. Não é algo que está acontecendo apenas agora, em seu retorno ou porque ele tem 41 anos.

  4. Laysson disse:

    Até hoje não vi o Schumacher falar em pressa por resultados. Ele é o tipo de cara que me faz pensar, que se o corpo deixar, chega aos 50 com essa mesma paciência e obstinação por chegar lá novamente. Vi muita gente tripudiar nos foruns sobre o desempenho fraco, algumas notícias em especializados tentando achar o porquê, e ele da mesma forma falando que estavam trabalhando nisso e que seu contrato tem 3 anos, e não 1. Nesse ano, acredito que ele melhora, mas ainda to pensando que ele esteja se preparando pra ano que vem num desenvolvimento gradual.

    • Anselmo Coyote disse:

      Laysson,

      É bem assim que eu vejo esse alemão. Aliás, esse comportamento é bem um padrão germânico mesmo.

      Abs.

  5. […] This post was mentioned on Twitter by Mariana Espada and ultrapassagemf1, Fabio Lima. Fabio Lima said: 2011: Revanche do Heptacampeão?: Falar de Michael Schumacher é despertar paixão e ódio no público da F… http://bit.ly/ePJHt8 #F1 #F1Br […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s